Biblioteca Digital da UEL tem mais de 170 mil downloads


Ao completar 10 anos de existência a Biblioteca Digital da UEL, a Universidade Estadual de Londrina, contabiliza 175 mil downloads de teses e dissertações. As áreas campeãs neste quesito são Linguística, Letras e Artes, com quase 50 mil acessos. Criada em 2005, a biblioteca armazena 3 mil e 639 teses e dissertações de 66 cursos e programas de pós-graduação. Segundo o levantamento, logo atrás da área de Linguística, Letras e Artes aparece a área de Ciências Sociais Aplicadas com cerca de 37 mil acessos. Em terceiro lugar está a área de Ciências Humanas, que soma quase 31 mil downloads. Para a diretora do Sistema de Bibliotecas da UEL, Maria Aparecida dos Santos Letrari, o programa digital facilita o acesso aos trabalhos acadêmicos, que antes eram apenas volumes impressos. Para ela, o ambiente compartilhado da internet permite a expansão da oferta de teses e dissertações.

//SONORA MARIA APARECIDA DOS SANTOS LETRARI//

Outro dado que chama atenção é o total de downloads por instituição. A maioria deles é feita por pesquisadores, estudantes e professores da UEL e soma pouco mais de 55 mil acessos. O sistema integra a Rede Brasileira de Bibliotecas Digitais de Teses e Dissertações, coordenada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. A Biblioteca Digital da UEL ocupa a posição de número 17 do ranking do Instituto Brasileiro de Informação, em números de acessos de trabalhos.

Por Fernanda Nardo | Agência de Notícias do Paraná | 26/09/2015

Editora da Universidade Estadual de Londrina lança livros digitais gratuitos


Ao todo, estão disponíveis 22 publicações que estavam esgotadas.
Interessados podem acessar os livros através do site da Eduel.

A Editora da Universidade Estadual de Londrina (Eduel) está disponibilizando 22 livros digitais com acesso gratuito para a população. O projeto resgata livros já publicados pela editora que estavam esgotados. As publicações podem ser acessadas no site da Eduel.

O trabalho começou em 2012 e contou com o apoio dos autores, que autorizaram o acesso gratuito as publicações no formato eletrônico. Por causa das mudanças nos programas de editoração, foi possível realizar a adaptação.

Entre os livros disponibilizados estão títulos relacionados ao período da Ditadura Militar, sobre a Geografia na Idade Média e também conteúdos relacionados as áreas de Arquitetura e Ciências Agrárias.

A intenção da direção da Eduel é ampliar o número de livros disponibilizados. O objetivo é fazer com que um número maior de leitores sejam beneficiados.

Publicado originalmente em G1 | Londrina | 23/08/2013, às 08h25