E por falar em tablets


POR EDNEI PROCÓPIO

Esses números aqui vão para o pessoal que assistiu ao meu último curso lá na Escola do Livro [CBL]. Um aluno me pediu os números atualizados e eu perdi o e-mail dele.

Microsoft Surface

Microsoft Surface

Segundo dados da IDC Brasil [International Data Corporation], publicados no final em setembro, mais de 600 mil tablets foram comercializados no país durante o segundo trimestre de 2012. Em percentuais, o número apresentado é de 275% superior ao registrado pela indústria no primeiro trimestre.

Samsung e Positivo devem estar sorrindo à toa, pois embora novidades como Kindle Fire, Google Nexus, Microsoft Surface e iPad Mini demorem para chegar aqui, ainda segundo o estudo da IDC Brasil, atualmente são vendidos cerca de cinco tablets por minuto no Brasil.

Já faz um tempo, se não eu ia perguntar para o pessoal da IDC se nestes números estão computados os ‘xinglings’. É um número realmente impressionante e talvez seja até um dos responsáveis pelo faturamento do mio milhão de reais, no último mês, registrado pela livraria Saraiva na venda de eBooks. Conversando com uma fonte da empresa, me foi dito que o aplicativo Saraiva Digital Reader alcançou a marca de 1 milhão de downloads. Outro dado que impressiona.

E aí vem aquela minha ideia de convergência em hardware, software e conteúdo. É claro que os aplicativos da Saraiva precisam melhorar um pouquinho, né, mas o principal mesmo é o conteúdo. Tanto que nós aqui da LIVRUS já subimos um ePub novo na loja dos caras [antes que a Amazon compre eles!].

Brincadeira, Deric!

Mas, voltando aos tablets, a expectativa é que a venda dos aparelhos chegue a 2,6 milhões de unidades até o fim de 2012. O estudo aponta ainda que metade dos dispositivos comercializados no Brasil tem tela de 7 polegadas; desses, porém, apenas 20% possuem conectividade 3G. Para 2013, o estima-se que o número de tablets comercializados chegue a 5,4 milhões de unidades.

Enfim, agora a gente entende porque empresas como Kobo, Google e Amazon estão de olho em nosso país. É que o crescimento apresentado na comercialização dos portáteis fez o Brasil saltar do 17º para o 11º lugar no ranking mundial das nações que mais vendem tablets.

POR EDNEI PROCÓPIO

Notebook e tablet roubam espaço do netbook


Notebooks e tablets devem ser os equipamentos mais procurados pelos brasileiros nas vendas de final de ano, na opinião de varejistas e fabricantes.

Mas veremos uma competição entre esses equipamentos pelo bolso do mesmo consumidor“, diz Marcílio Pousada, presidente da Livraria Saraiva.

O Walmart espera forte demanda especialmente pelos tablets de baixo custo, entre R$ 700 e R$ 900. No entanto, a rede reforçou as negociações por equipamentos ainda mais baratos e espera ter produtos a partir de R$ 399.

A Positivo Informática aposta no crescimento das vendas dos computadores, de seu tablet, o Ypy, e principalmente das máquinas portáteis. Segundo Hélio Rotenberg, presidente da companhia, hoje 86% daqueles que pretendem investir em um computador novo miram os notebooks.

A Dell espera crescimento tanto nas vendas de computadores mais baratos como dos notebooks ultrafinos -desejo de consumo das classes A e B.

Enquanto vê nos tablets e smartphones as grandes estrelas do Natal, com crescimento de até 60% nas vendas, a Fnac aponta declínio nos desktops e nos netbooks.

A demanda pelos computadores portáteis de baixo poder de processamento e longa duração de bateria deve cair à metade na comparação com 2010.

Para o ano, segundo a IDC, devem ser vendidos pelo menos 450 mil tablets no mercado nacional.

Folha de S. Paulo | 26/11/2011

Tablet da Positivo começa a ser distribuído para varejistas


O tablet da Positivo Informática já começou a ser distribuído para varejistas e deve ter impacto nas vendas da fabricante de computadores a partir da próxima semana, informou a companhia.

O produto, lançado oficialmente em 20 de setembro, estava prometido para a segunda quinzena de outubro e começou nesta semana a ser distribuído a varejistas, segundo informações da assessoria de imprensa da Positivo.

A maior fabricante de computadores do Brasil aposta em preços menores que os dos produtos concorrentes e na oferta de conteúdo nacional dedicado, tanto de aplicativos quanto de serviços.

O tablet Ypy 7, da Positivo Informática

O tablet da Positivo – batizado de Ypy – em versão com tela de 7 polegadas chega ao varejo com recursos de comunicação sem fio (Wi-Fi e 3G), ao preço sugerido de R$ 999 na versão mais barata.

Contudo, grandes vareistas como Extra, Ponto Frio, Magazine Luiza já anunciavam o produto a partir de R$ 899 em seus websites.

O Ypy deve apertar as margens da Positivo em meio à forte concorrência, mas pode ter futuro se os baixos preços forem mantidos e a empresa ganhar escala nesse mercado, segundo analistas.

DA REUTERS, EM SÃO PAULO | Publicado por Folha.com | 28/10/2011 – 17h42

Positivo lança tablet com sistema operacional em português


E promete ter, a partir de outubro, o melhor conteúdo digital nacional

Chega ao mercado em outubro o primeiro tablet desenvolvido por brasileiros a partir de pesquisas feitas com os próprios brasileiros. A Positivo Informática apresentou ontem o Positivo Ypy 7 e o Positivo Ypy 10, em versões Wi-Fi e Wi-Fi+3G, e o ecossistema Mundo Positivo, com revistas e jornais nacionais, livros, filmes, jogos e aplicativos.

Estudamos o comportamento do consumidor durante 20 meses para chegar a um produto 100% voltado ao brasileiro. Até o nome Positivo Ypy, que quer dizer primeiro em tupi-guarani, foi inspirado na língua dos primeiros habitantes do nosso país. Junto com o ecossistema Mundo Positivo, ele vai contar com o melhor conteúdo nacional à disposição do consumidor”, destaca Hélio Bruck Rotenberg, presidente da Positivo Informática.

O Ypy 7 começa a ser vendido na segunda quinzena de outubro com preços a partir de R$ 999. O segundo modelo chega para o Natal. A empresa ainda estuda acordos com as telefônicas.

Segundo o fabricante, o principal diferencial de hardware do Positivo Ypy é sua tela capacitiva multitoque de alta resolução e formato 4:3, ideal para o leitura de conteúdos digitais, especialmente livros, revistas e jornais, além de páginas da web. O teclado virtual também é totalmente em português, com teclas “ponto br” e cedilha. O produto conta ainda com sensor de movimentos [acelerômetro], que pode ser usado em jogos, e saída HDMI para que seja ligado à TV de LCD, além de suporte para uso de sites com Adobe Flash.

O Positivo Ypy 7 tem 7 polegadas, com 420g e 11,8mm de espessura, e conta com a maior resolução de tela entre os produtos de 7 polegadas disponíveis no mercado, de 1024×768, além de câmera frontal para videoconferências. O sistema operacional é o Android 2.3.4, a versão mais adequada para telas de 7 polegadas. A bateria é de longa duração, com autonomia de até nove horas em uso constante.

Especificações

O Positivo Ypy 10, com tela de 9,7 polegadas, também é fino e leve. Com 700g e a mesma espessura do Ypy 7, ele vem com sistema operacional Android 3.2, o Honeycomb, e formato de tela 4:3, câmera frontal e traseira e GPS com bússola digital. A bateria tem autonomia de até oito horas em uso.

O sistema operacional Android também foi customizado e está totalmente em português. A Positivo também criou uma organização diferenciada com seus aplicativos, dividindo-os em seções. O Ypy traz o exclusivo botão Redes Sociais, que oferece uma área especial para acesso rápido ao Facebook, Twitter e Orkut.

Mundo Positivo

Mundo Positivo conta com lojas próprias de revistas, jornais, livros, músicas, jogos e aplicativos, muitos deles sem custo. Ele pode ser acessado de qualquer computador. Com uma única conta, o usuário pode consumir, comprar, organizar e transferir conteúdos e aplicativos em PCs de qualquer marca, além de tablets ou e-readers da Positivo Informática. As lojas entram no ar simultaneamente à chegada do Positivo Ypy ao mercado.

Dezenas de conteúdos do Mundo Positivo já vêm pré-embarcados no Ypy, incluindo músicas e vídeos de artistas brasileiros como Ivete Sangalo, Paula Fernandes, Mariana Aydar, Zeca Pagodinho e Seu Jorge. No tablet da Positivo Informática, o usuário também acessa toda a oferta de conteúdo e serviços Google: Android Market, Maps, YouTube, Gtalk e Orkut. Pelo Android Market, é possível baixar mais de 200 mil aplicativos das mais diversas categorias.

Aqui, você confere imagens e um vídeo sobre os produtos.

PublishNews | 21/09/2011