Novo Kindle tem interface e navegação em português


Valor do aparelho começa em US$ 79; brasileiro paga US$ 255 por causa dos impostos

Se a popularização do e-book dependia de existir um leitor de livro digital barato, a Amazon deu ontem mais uma força para que isso aconteça de fato. De uma só vez, ela apresentou quatro novos modelos de Kindle com preços entre US$ 79 e US$ 199.

Apenas o modelo tradicional, que agora está menor, mais leve e mais barato, já está disponível para compra. Os brasileiros podem comprar a versão de US$ 109 [sem anúncio], mas o aparelho vai chegar aqui custando US$ 255,57.

Os outros três – Kindle Touch, Kindle Touch 3G e o tablet Kindle Fire – começam a ser despachados curiosamente em 21 de novembro, dia do lançamento mundial da biografia do fundador da Apple, Steve Jobs. Somando isso tudo ao interesse da empresa pelo Brasil – todos os modelos vão incluir interface e navegação em “português brasileiro”; editoras e livrarias foram procuradas pela Amazon, que quer conteúdo em português; diretores da empresa participaram da Bienal do Rio no início do mês; e a Amazon segue procurando um profissional para atuar no país – este pode ser um bom momento para os brasileiros e para o mercado editorial nacional.

Kindle

Custa apenas US$ 79 [mas vem com anúncios] e já está disponível para compra. O novo modelo é 18% mais compacto, 30% mais leve e mais barato que a versão original. De acordo com a empresa, ele também está 10% mais rápido na hora de virar as páginas. A tela e-ink, a mais parecida com o papel, é de 6 polegadas. http://www.amazon.com/kindle

Kindle Touch

A versão touch screen do Kindle custará US$ 99 [com anúncios] e US$ 139 [sem anúncios] e estará disponível a partir de 21 de novembro. A Amazon promete, com ele, um manuseio mais fácil, conforto na leitura e uma bateria mais duradoura. Essa versão virá com o que a Amazon está chamando de “X-Ray” para que os leitores possam explorar o “esqueleto do livro”. Com apenas um toque, será possível ver as passagens do livro que mencionam determinada ideia, figuras históricas, personagens e o que mais interessar ao leitor. Também será possível pesquisar na Wikipedia e na Shelfari, a enciclopédia comunitária da Amazon. Clientes americanos já podem encomendar o aparelho. http://www.amazon.com/kindletouch.

Kindle Touch 3G

A única diferença do Kindle Touch é o 3G gratuito, que permite ao usuário fazer suas compras de qualquer lugar sem depender uma conexão wi-fi. O valor é US$ 149 [com anúncios] e US$ 189 [sem anúncios] e americanos já podem fazer seus pedidos pelo site. http://www.amazon.com/kindletouch3G

Kindle Fire

Com este tablet, que roda o sistema operacional Android, a Amazon tenta se aproximar da Apple. O Kindle Fire vai custar US$ 199 [o iPad mais barato nos Estados Unidos custa US$ 499] e dará acesso a mais de 18 milhões de itens disponíveis na loja virtual, entre filmes, séries, músicas, aplicativos, jogos, revistas e, claro, livros. O conteúdo fica armazenado na nuvem e o aparelho pesa menos de meio quilo. A tela é de 7 polegadas e as dimensões são: 19 cm x 12 cm x 1.14 cm. A capacidade de armazenamento é de 8 GB, suficiente, segundo a Amazon, para guardar 80 aplicativos, 10 filmes, 800 músicas e 6 mil e-books. O Kindle Fire está disponível para encomendas e será entregue a partir de 15 de novembro. http://www.amazon.com/kindlefire.

Por Maria Fernanda Rodrigues | Publicado originalmente em PublishNews | 29/09/2011

Amazon lança Kindle Fire, tablet que concorrerá diretamente com iPad


O novo tablet operará com o sistema operacional Android, do Google, e já nasce com o apoio de uma das maiores empresas de varejo online do mundo

Jeff Bezos, presidente e CEO da Amazon, apresenta o Kindle Fire, o tablet de sua companhia | Foto: Mark Lennihan / AP

Kindle Fire. Esse é o nome do novo tablet, a ser produzido pela loja americana Amazon, anunciado nesta quarta-feira [28] pela empresa. Lançado oficialmente poucos dias antes de a Apple fazer sua conferência em que pode apresentar o novo iPhone – especula-se que isso aconteça entre esta semana e a próxima -, o novo Kindle deverá concorrer diretamente com o iPad e operará com o sistema operacional Android, do Google.

O novo tablet será um pouco menor que os aparelhos convencionais, e caberá na palma da mão. Ele deve estar disponível no mercado já a partir do próximo dia 15 de novembro. A parceria com o Google ameaça a hegemonia da Apple – as duas empresas vêm travando batalhas judiciais ferrenhas nos últimos meses por causa do mercado de tablets e de smartphones.

Nós nos perguntávamos se havia um jeito de trazer todas essas coisas [serviço móvel, Prime, Kindle, vídeos on demand e aplicativos] juntas em um produto que nossos consumidores fossem adorar. A resposta para essa pergunta é o Amazon Kindle Fire”, disse Jeff Bezos, executivo-chefe da Amazon, durante a coletiva para apresentar o novo tablet.

Aos consumidores, o Kindle Fire deverá chegar à Amazon.com por US$ 199 – bem abaixo da média de US$ 300 cobrados no iPad. Por outro lado, o novo tablet já deverá chegar ao mercado bem atrás de seu concorrente no que diz respeito aos aplicativos e à compatibilidade com novos apps – a Apple Store conta com muito mais programinhas que a própria Market Store do sistema Android. O tablet também não terá câmera ou conectividade por 3G, funcionalidades presentes no iPad.

Ken Sena, analista da Amazon para a Evercore Partners, no entanto avaliou que o tablet já nasce com uma imensa vantagem em relação ao iPad, que é o fato de milhões de pessoas já acessarem com regularidade o site da Amazon, o que facilitaria o relacionamento entre consumidores e fabricante.

O iPad ainda é, hoje, o tablet mais popular no mundo, com mais de 29 milhões de unidades vendidas e mais de dois terços de todo o mercado. Mas o Kindle conta com o apoio de uma das maiores empresas de varejo online dos Estados Unidos, com apoio do Google e com uma base de consumidores muito maior. Que comece a disputa.

REDAÇÃO ÉPOCA | 28/09/2011 13h09

Amazon lança tablet Kindle Fire por US$ 199 nos EUA


A varejista on-line norte-americana Amazon anunciou nesta quarta-feira [28] seu novo tablet, chamado Kindle Fire.

O aparelho, com tela de sete polegadas sensível ao toque, será vendido por US$ 199 nos EUA, menos da metade do preço do iPad mais barato, que custa US$ 499.

Kindle Fire, Kindle Touch e Kindle, os novos modelos de e-reader da Amazon

Diferente dos modelos atuais de Kindle, o tablet não tem teclado físico e é usado por meio da touchscreen, que aceita apenas dois pontos de toque simultâneos [o iPad aceita até dez].

Outra diferença do Kindle Fire em relação às versões tradicionais do e-reader está na conectividade: o novo aparelho não acessa redes 3G. Para acessar a internet, é preciso usar conexão Wi-Fi. O aparelho também não tem câmera e microfone.

O sistema operacional do Kindle Fire é o Android, do Google, com uma interface própria desenvolvida pela Amazon. Quem comprar o aparelho terá direito a um mês de acesso gratuito à Amazon Prime, serviço de streaming de filmes cuja assinatura anual custa US$ 79.

PAPEL ELETRÔNICO

A companhia também anunciou outros modelos de e-readers da família Kindle. Eles usam tela de papel eletrônico, como as versões atuais do aparelho.

Kindle Touch, novo leitor de livros eletrônicos da Amazon

O Kindle Touch é um modelo com tela sensível ao toque [via infravermelho]. Custa US$ 99 e US$ 149 – o segundo preço refere-se à versão com conexão a redes 3G [que funciona em mais de 100 países, assim como já ocorre com as versões atuais do Kindle].

O modelo mais simples da linha, chamado apenas de Kindle, perdeu o teclado – e não tem tela sensível ao toque. Tem tela de seis polegadas e, segundo a Amazon, vira páginas 10% mais rápido e pesa 30% menos do que a versão atual. Custa US$ 79.

Na página da Amazon, os modelos atuais, com teclado físico, ganharam novos nomes: Kindle Keyboard [US$ 99] e Kindle Keyboard 3G [US$ 139]. Além deles, o novo Kindle já está disponível para pronta entrega. Os outros aparelhos estão em pré-venda – as duas versões do Kindle Touch começam a ser enviadas em 21 de novembro, um pouco depois do Kindle Fire, que tem data de envio marcada para o dia 15 do mesmo mês.

Por enquanto, os produtos lançados hoje estão disponíveis apenas nos EUA. A Amazon envia os modelos atuais de Kindle ao Brasil, mas, com o pagamento de impostos e frete, eles custam em torno do dobro do valor cobrado nos EUA. Ainda não se sabe quando os novos equipamentos estarão disponíveis no Brasil.

VERENA FORNETTI | EM NOVA YORK | Com colaboração de São Paulo | Publicado em Folha.com | 28/09/2011 – 12h01

Kindle Fire será apresentado amanhã


Amazon lança tablet para concorrer com o iPad neste Natal

Foto ilustrativa: Tablet da Amazon poderá usar sistema operacional Android

A Amazon vai apresentar seu tablet Kindle Fire amanhã de manhã nos Estados Unidos. O furo foi do site TechCrunch, que antecipou algumas características do novo aparelho em matéria publicada nesta segunda-feira, dia 26. Ele terá 7 polegadas, deve custar entre US$ 250 e US$ 300 e começará a ser vendido na segunda semana de novembro. A Barnes & Noble também deve lançar a segunda versão do Nook Color no próximo mês. Tudo isso para não deixarem a Apple reinar sozinha neste lucrativo mercado antes das compras de Natal. Confira a matéria do TechCrunch aqui, ou aguarde as informações oficiais amanhã.

PublishNews | 27/09/2011