CBL assina acordo dia 24/2 para criação do Cadastro Nacional do Livro


No dia 24 de fevereiro [quinta-feira], às 9 horas, na sede da Câmara Brasileira do Livro [CBL] – rua Cristiano Viana, 91, em Pinheiros -, em São Paulo, a entidade assina convênio com a Federación de Gremios de Editores de España [FGEE], para desenvolvimento do projeto de criação de um cadastro nacional de livros no país. A Fundação Biblioteca Nacional [FBN] também assinará o acordo. O evento terá ainda a participação da Associação Nacional de Livrarias [ANL].

O cadastro brasileiro deverá ter como referência de projeto a plataforma espanhola Dilve [Distribuidor de Información del Libro Español en Venta]. A iniciativa, baseada na Internet, padronizará e centralizará todas as informações das obras produzidas e comercializadas no Brasil, beneficiando toda a cadeia produtiva do livro.

A ferramenta permitirá a consulta completa de dados sobre qualquer livro publicado no País. Além disso, facilitará o processo de busca e compra de livros, simplificando o trabalho de todos os agentes do setor editorial.

Serão especialmente beneficiados com a iniciativa editores de pequeno porte, pois terão a oportunidade de dar mais visibilidade e acesso aos seus catálogos de obras a livrarias e distribuidores, além de instituições governamentais que adquirem livros, e profissionais da cultura e da educação.

No âmbito das livrarias, a disponibilidade de informação segura e padronizada possibilitará que elas mantenham cadastros atualizados, sem a necessidade de manutenção de um sistema próprio e custoso.

O padrão de dados do cadastro nacional de livros permitirá também que as informações disponíveis sejam compartilhadas com iniciativas semelhantes em grandes mercados editoriais no Exterior.

A versão oficial do cadastro para testes por todo o mercado editorial brasileiro estará no ar em julho de 2011.