Revista Falada ganha versão digital


Publicação da Fundação Dorina aborda temas do universo da deficiência visual

A Fundação Dorina Nowill para Cegos está lançando a nova versão da Revista Falada Fundação Dorina. A publicação, lançada em 2007, era distribuída em CDs aos leitores de todo o Brasil. A partir de agora, está disponível gratuitamente na internet, com novas edições publicadas todas as sextas-feiras. A publicação apresenta assuntos de todas as regiões do país relacionados à política, economia, sociedade e tecnologia, além de notícias sobre o universo da deficiência visual. O intuito é informar para incluir, promovendo às pessoas cegas ou com baixa visão o acesso à informação oferecendo bases para que elas exerçam seu papel de cidadãos.

Publicado originalmente em PublishNews | 09/06/2015

Os campeões de audiência da Fundação Dorina


Fundação Dorina empresta títulos para pessoas cegas e de baixa visão de todo o Brasil

Fundação Dorina Nowill para CegosA Fundação Dorina Nowill para Cegos disponibiliza para pessoas com deficiência visual em todo o Brasil o empréstimo de livros em áudio produzidos pela instituição. São mais de 2.500 títulos, de diferentes autores e gêneros, disponíveis para empréstimo gratuito às pessoas cegas ou com baixa visão. Em 2014, foram mais de 11 mil empréstimos e o audiolivro mais pedido foi Jesus, o maior psicólogo que já existiu, de Mark W. Baker. Na segunda posição, ficou O caçador de pipas, de Khaled Hosseini e em terceiro lugar,Anjos e demônios, de Dan Brown. Para utilizar o serviço de empréstimos é preciso preencher ficha de cadastro específica, que pode ser feita pessoalmente, via correio, e-mail ou pelo site www.fundacaodorina.org.br. O envio e devolução dos livros em áudio são feitos gratuitamente via cecograma, serviço postal destinado às pessoas cegas. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h. Veja abaixo o ranking completo com os dez audiolivros mais pedidos na biblioteca da fundação:

  1. Jesus, o maior psicólogo que já existiu– Mark W. Baker
  2. O Caçador de Pipas– Khaled Hosseini
  3. Anjos e demônios– Dan Brown
  4. Nunca desista de seus sonhos– Augusto Cury
  5. O Código Da Vinci– Dan Brown
  6. A menina que roubava livros– Markus Zusak
  7. Fortaleza digital– Dan Brown
  8. Ponto de Impacto– Dan Brown
  9. Trilogia Cinquenta tons de cinza– E. L. James
  10. Ensaio sobre a Cegueira– José Saramago

PublishNews | 23/01/2015

Fundação Dorina lança app de leitura cegos em 3 idiomas


A Fundação Dorina Nowill para Cegos lança um aplicativo inédito no Brasil para os leitores com deficiência visual. O DDReader – Dorina Daisy Reader para Android é um app gratuito e com interfaces em português, inglês e espanhol. O leitor de livros digitais para tablets e smartphones em formato Daisy amplia o acesso dos portadores de deficiência visual à leitura e passa a ser o primeiro app brasileiro para aparelhos móveis que poderá atender a demanda de pessoas que precisam de livros digitais com acessibilidade.

O app DDReader para Android permite ler com os dedos e os ouvidos, facilitando ainda mais o acesso à leitura para as pessoas com deficiência visual. Com este app, que está disponível no Google Play desde o dia 15 de agosto, além do transporte dos livros, mantêm-se as vantagens do livro digital Daisy, que possibilita a leitura dos conteúdos da mesma forma que um livro impresso: com inserção de marcações, anotações ou observações, consideradas intervenções facilitadoras para o público que busca conteúdos específicos, como consultas a dicionários, por exemplo.

“Este aplicativo é um passo muito importante para o público com deficiência, pois aumenta significativamente o acesso às bibliotecas virtuais, com acervo formado por títulos em vários idiomas e que, em breve, serão conectadas ao aplicativo, dando mais liberdade, facilidade e acesso à leitura”, explica Pedro Milliet, desenvolvedor do APP na Fundação Dorina. “Com a evolução do aplicativo, prevê-se a integração com displays braille, além da implementação da capacidade da leitura de arquivos em formato EPUB3”.

Serão disponibilizados cerca de dois mil títulos em português e não é necessário estar conectado à internet para ler os livros que forem adicionados à biblioteca pessoal do usuário. Quem utilizar o app do DDReader e for cadastrado na biblioteca online acessível BookShared – http://www.bookshare.org terá acesso a um acervo ainda maior, com mais de 9 mil títulos em outros idiomas. Vale lembrar que o Brasil tem 18 milhões de tablets em funcionamento, segundo a FGV – Fundação Getúlio Vargas, e o público com deficiência visual também está incluído digitalmente.

Instituições de outros países como o INCI – Instituto Nacional Para Ciegos, da Colômbia, e a Benetech/Bookshare.org, dos Estados Unidos, também deverão adotar o uso do app gratuito e em código aberto. A novidade ainda permite o acesso a bibliotecas virtuais via smartphones e tablets, devido à mobilidade em nuvem, desde que o usuário seja cadastrado em bibliotecas online que tenham acervo de livros em Daisy.

O aplicativo é um desenvolvimento da Fundação Dorina em parceria com a Results, empresa de softwares acessíveis.

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos

A Fundação Dorina Nowill para Cegos atua há 68 anos facilitando a inclusão de crianças, jovens e adultos cegos e com baixa visão, por meio de serviços gratuitos e especializados de reabilitação, educação especial, clínica de visão subnormal e programas de empregabilidade. A instituição foi fundada por Dorina de Gouvêia Nowill, que ficou cega aos 17 anos e percebeu a defasagem de livros para pessoas com deficiência visual no Brasil. A partir disso, iniciou um trabalho para que os livros em braille e a alfabetização por este método chegassem ao país. Com o passar do tempo, a Fundação do Livro para o Cego no Brasil tornou-se Fundação Dorina Nowill para Cegos e passou a oferecer novos produtos e serviços, além dos livros em braille. Atualmente, a instituição é referência na produção de livros e revistas acessíveis nos formatos braille, falado e digital Daisy, distribuídos gratuitamente para pessoas com deficiência visual e para mais de 2500 escolas, bibliotecas e organizações em todo o Brasil.

Mais informações: http://www.fundacaodorina.org.br

Publicado originalmente em http://www.joribes.com.br | 04/09/2014

Os 10 audiobooks mais pedidos


Best-sellers estão entre os títulos mais pedidos na Fundação Dorina

A Biblioteca Circulante da Fundação Dorina Nowill para Cegos fez um levantamento e relacionou os 10 títulos de audiobooks mais solicitados no ano passado. Os leitores são pessoas com deficiência visual de todo o Brasil que têm no formato em áudio maior acesso à cultura, informação e entretenimento. A biblioteca possui mais de 2.500 títulos de livros em áudio, de diferentes autores e gêneros, disponíveis para empréstimo gratuito às pessoas cegas ou com baixa visão. Os dez títulos mais pedidos foram a trilogia Cinquenta tons de cinza, E. L. James; Um amor para recordar, Nicholas Sparks; Ágape, Padre Marcelo Rossi; A cabana, William P. Young; Anjos e demônios, Dan Brown; Nunca desista de seus sonhos, Augusto Cury; A fantástica fabrica de chocolate, Roald Dahl; E eu venci assim mesmo, Dorina de Gouvea Nowill; Ninguém é de ninguém, Zibia de Gasparetto; e Refúgio, Harlan Coben.

PublishNews | 13/02/2014