Campus/Elsevier: US$ 1,9 mi em e-books


A editora Campus/Elsevier vai investir US$ 1,9 milhão na digitalização de seu acervo, que reúne aproximadamente 1 mil títulos.

A meta é deixar todos os livros disponíveis em qualquer plataforma eletrônica nos próximos dois anos.

Para tanto, os títulos serão transformados em e-books e poderão ser consumidos em tablets como o iPad, o Samsung Galaxy TAB e outros e-readers, informa o Meio&Mensagem.

A previsão da Campus/Elsevier é que até meados deste ano metade do catálogo esteja ativo no formato eletrônico, inclusive os lançamentos e títulos já esgotados no formato impresso.

A empresa, que já mantém parcerias com as livrarias Cultura e Saraiva para a comercialização de e-books, acabou de fechar acordo também com a livraria Gato Sabido para vender seus títulos.

Até agora, já são mais de 200 e-books em PDF, incluindo obras como Marketing 3.0, A Classe Média no Brasil, Brasil Globalizado e Lições de Guerra, entre outros.

O investimento na digitalização de livros, porém, não está só na esfera privada: a Universidade Gama Filho, por exemplo, criou a Biblioteca Digital de sua central de cursos.

O projeto é concebido como serviço de extensão universitária, é gratuito e aberto a toda a população.

Pioneira, a iniciativa integra o consórcio internacional OAI [Open Archives Initiative], dentro do qual cerca de 1,2 mil bibliotecas digitais de universidades, centros de pesquisa e órgãos governamentais de 59 países concordaram em abrir e compartilhar acervos de textos completos para a difusão e integração da produção científica.

Outras ações também incentivam o crescimento da adoção do e-book no país. Uma delas, o Congresso Brasileiro do Livro Digital, que a Atreb Brasil, agência especializada na organização de eventos, organiza de 05 a 07 de maio de 2011, no Hotel Serrano, em Gramado.

O congresso tem apoio da Câmara Rio-Grandense do Livro [CRL] e é o primeiro de uma série de eventos promovidos pela Atreb com base na literatura digital.

A programação do evento contará com paineis sobre as novidades tecnológicas na área, debates, palestras e espaços para negociações entre os participantes.

Mais informações sobre o congresso e inscrições podem ser conferidas pelo endereço abaixo.

Por Gláucia Civa | Publicado originalmente no site Baguete | quarta-feira, 19/01/2011 – 14:09

E-book no Delicatessen!


Mauro Reginato

No Delicatessen de hoje, a jornalista Gláucia Civa conversa com Mauro Reginato.

Ele é diretor da Atreb Brasil, agência especializada na organização de eventos, responsável pela realização do Congresso Brasileiro do Livro Digital, de 5 a 7 de maio de 2011, no Hotel Serrano, em Gramado.

Reginato fala sobre o e-book e sobre as expectativas para o evento, que teve seu lançamento durante a Feira do Livro na segunda-feira, 08 de novembro.

Por Jerusa Campani | Publicado originalmente em Baguete | sexta-feira, 19/11/2010 – 16:45

Congresso Brasileiro do Livro Digital


Vem aí o Congresso Brasileiro do Livro Digital [CBLD]. O evento acontecerá de 5 a 7 de maio de 2011, em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Inscrições abertas

As inscrições para o Congresso Brasileiro do Livro Digital [CBLD] estão abertas. O evento acontece de 5 a 7 de maio de 2011, em Gramado, RS, e as inscrições já podem ser feitas pelo site  www.cbld.com.br. As inscrições feitas até 15 de dezembro contam com desconto especial.

O CBLD tem como objetivo oferecer um painel das novidades tecnológicas na área, promovendo o espaço para a troca de ideias e informações, além de propiciar a realização de negócios entre os participantes.

Alguns palestrantes já confirmados:

Carlo Carrenho: graduado em Economia pela Universidade de São Paulo e especializado em Editoração [Publishing] pelo Radcliffe College [Harvard University]. Em 2001, fundou o PublishNews, um boletim eletrônico diário com todas as notícias do mercado editorial, que viria a se tornar a maior referência de informações para o mercado editorial brasileiro. Entre 2006 e 2010, esteve à frente da Thomas Nelson Brasil, uma joint venture editorial entre o grupo carioca Ediouro e a editora norte-americana Thomas Nelson Publishers. Além disso, vem acompanhando de perto, nos últimos quatro anos, o desenvolvimento digital da indústria editorial por meio de participações em conferências como a Tools of Change for Publishing e de visitas e contatos com as maiores empresas do setor – tais como Google, Amazon, Lightning Source, SmashWords e Author Solutions. Atualmente, atua como consultor editorial com enfoque no mundo digital.

Carlos Eduardo Ernanny: trabalhou durante 17 anos no mercado financeiro e sempre se interessou por História e, consequentemente, por livros. Percebeu que o mercado de eBooks, era uma ótima oportunidade para unir as paixões e negócios. Abriu a Gato Sabido, a primeira livraria digital do Brasil e a Xeriph, a primeira agregadora e distribuidora de conteúdo digital do país, que pretende tornar a distribuição de conteúdo uma realidade.

Noga Sklar é escritora e editora. À frente da KindleBookBr — primeira editora 100% digital do Brasil, criada em outubro de 2009, com a chegada do leitor digital Kindle ao país — é pioneira na publicação de livros digitais em português. Sua empresa tem atuação destacada na área de publicação e conversão digital e é das poucas editoras brasileiras com distribuição na Amazon.com. Tem sete livros publicados como autora. Trabalhou como designer gráfica e webdesigner. Mantém o blog Noga Bloga .

Ednei Procópio: é coordenador geral do Cadastro Nacional de Livros; membro da Comissão do Livro Digital da Câmara Brasileira do Livro [CBL], e especialista em livros digitais. Em 2005, publicou o livro Construindo uma Biblioteca Digital. Em agosto de 2010, lançou O Livro na Era Digital. Mantém o website temático www.ebookreader.com.br totalmente voltado aos livros digitais. É editor e sócio-fundador da Giz Editorial, selo paulistano com mais de 200 títulos publicados em versão impressa, eletrônica e em áudio.  Atualmente, está empenhado no desenvolvimento de uma plataforma de livros e leitura – baseada no conceito de criação alternativa, colaboração, compartilhamento e convergência cultural – chamada LIVRUS.

Marcelo Spalding é formado em jornalismo, mestre e doutorando em Literatura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul [UFRGS], professor da Oficina de Criação Literária do Centro Universitário Ritter dos Reis [UniRitter], editor do portal Artistas Gaúchos. É autor dos livros As cinco pontas de uma estrela, Vencer em Ilhas Tortas, Crianças do asfalto, A cor do outro e Minicontos e Muito Menos e colunista do Digestivo Cultural. Recebeu dois prêmios da Associação Gaúcha de Escritores – Livro do Ano [2008 e 2009] e um Prêmio Açorianos de Literatura [2008]. É vice-presidente da Associação Gaúcha de Escritores na gestão 2010-2011. Como acadêmico, é especialista em miniconto e em Literatura Digital.

Paulo Tedesco é consultor, editor e escritor. Atuando desde 2004 em Porto Alegre no mercado gráfico e editorial, desenvolveu sua Oficina do Livro, atividade pioneira que ocorre regularmente como estímulo e orientação à autopublicação. Como escritor, vem publicando livros em ficção e motivacionais.

Livro Digital terá congresso em Gramado


Gramado vai sediar, de 05 a 07 de maio de 2011, o Congresso Brasileiro do Livro Digital [CBLD].

O evento, que vai ocorrer no Hotel Serrano, será lançado oficialmente nesta segunda-feira, 08, na Sala dos Jacarandás do Memorial do Rio Grande do Sul, das 15h às 18h, dentro da programação da 56ª Feira do Livro de Porto Alegre.

O congresso é uma realização da Atreb Brasil, agência especializada na organização de eventos e feiras, e conta com apoio da Câmara Rio-Grandense do Livro [CRL].

O CBLD é o primeiro de uma série de eventos promovidos pela Atreb Brasil com base na literatura digital.

A programação do congresso contará com paineis sobre as novidades tecnológicas na área, debates, palestras e espaços para negociações entre os participantes.

Já o lançamento oficial, na próxima segunda-feira, contará cmo painéis expostos por Cássio Pantaleoni, escritor, editor, filósofo e ensaísta; Gisele Beiguelman, midiartista e professora da pós-graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP; Paulo Tedesco, escritor e professor na Oficina do Livro; Marcelo Spalding, escritor e coordenador do website Artistas Gaúchos; Rafael Trombeta, diretor da editora Mais Que Nada; e Luiz Alvaro Aguiar, Imprensa Oficial de São Paulo.

Nos intervalos entre uma palestra e outra será feita degustação de vinhos e chocolates da Serra Gaúcha, em alusão ao local de realização do CBLD em maio de 2011.

Por Gláucia Civa | Publicado originalmente em Baguete | sexta-feira, 05/11/2010 – 16:31

Livro digital em pauta no RS


Encontro promovido nesta segunda-feira [8] pela Feira do Livro de Porto Alegre marca o lançamento de um congresso sobre o tema previsto para maio de 2011

Está programado para o período de 5 a 7 de maio, no Hotel Serrano, em Gramado, o 1º Congresso Brasileiro do Livro Digital. Nesta segunda-feira [8], aproveitando o encontro “Uma reflexão crítica sobre o livro digital” promovido pela Feira do Livro de Porto Alegre, a Atreb Brasil, agência especializada na organização de eventos e feiras, com o apoio da Câmara Rio-Grandense do Livro [CRL], faz o lançamento oficial do evento. O evento está marcado para o período das 15 às 18h, na Sala dos Jacarandás do Memorial do Rio Grande do Sul.

Confira a Programação

Mesa 1 [das 15h às 15h40min] – Uma reflexão crítica sobre o livro digital


O seminário tem como proposta analisar as possibilidades do livro digital, seus impactos e consequências para a indústria editorial. A análise será realizada a partir da observação de aspectos comportamentais dos leitores, alguns dados estatísticos e constatações veiculadas na imprensa sobre o tema.

Palestrantes: Cássio Pantaleoni – Escritor, editor, filósofo e ensaísta, Gisele Beiguelman – midiartista e professora da pós-graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP.

Mesa 2 [das 16h às 16h40min] – O futuro e o livro digital

O futuro e o livro digital não são sinônimos, tecnologia tampouco. O mundo das editoras e livrarias, assim como os leitores, certamente se adaptarão a um novo e curioso consumo de conteúdo escrito. Pois para que entendamos o futuro do livro e da leitura, temos que decifrar seus ambientes possíveis e imagináveis. Debates, portanto, são bem-vindos nessa hora.

Debatedores:Paulo Tedesco – Escritor e professor na Oficina do Livro; Marcelo Spalding – Escritor e coordenador do web site Artistas Gaúchos; Rafael Trombeta – Diretor da editoria Mais Que Nada. Todos profissionais do Rio Grande do Sul; Eduardo Mendes – Diretor da Câmara Brasileira do Livro [CBL].

Mesa 3 [das 17h às 17h40min] – Um novo mercado?


O livro digital e sua funcionalidade e integração com bibliotecas virtuais. A questão do e-book para o ensino à distância, o mercado atual, a questão digital x livro físico, as vantagens do e-book para autores independentes e para editores e distribuidoras. Perfil dos principais leitores digitais do mercado, suas características, os celulares como leitores, a briga dos e-readers com os tablets, como o iPad e o Samsung Galaxie.

A mesa vai abordar também a perspectiva de comércio mundial proporcionada pelo e-book, no qual editoras e autores podem ampliar o espectro de público. E ainda, questões técnicas do livro digital como aplicativo ao utilizar recursos como a força da gravidade.
Palestrantes: Bruno Valente e Renata Frade [ambos do Rio de Janeiro]

Publicado originalmente em PublishNews | 05/11/2010