Nos EUA, crescimento tímido das vendas de eBooks no primeiro semestre


As vendas de e-books não estão imunes aos impactos dos bestsellers. Segundo o relatório StatShot da Associação Americana dos Editores [AAP], os e-books adultos cresceram apenas 4,8% nos primeiros seis meses de 2013, em relação ao mesmo período em 2012, chegando a um total de US$ 647,7 milhões. Em junho, as vendas de e-books caíram 8,7% (para um total de US$ 108,6 milhões). No começo do ano, a Random House admitiu que as vendas de e-books caíram no período, devido ao forte crescimento de vendas em 2012, liderado pelo ‘Cinquenta Tons’. As vendas de e-books da categoria infantil e jovens adultos caíram 22,1% no primeiro semestre, prejudicadas pelas vendas de Jogos Vorazes em 2012.

Publishers Weekly | 19/09/13

Crescimento das vendas de eBooks está caindo: a culpa é dos tablets?


eBook Sales Growth

Segundo um relatório da Associação Americana dos Editores [AAP], as vendas de e-books nos EUA no primeiro trimestre de 2013 cresceram apenas 5% em relação ao mesmo período em 2012. Segundo o jornalista Nicholas Carr, apesar dos e-books ainda estarem ganhando o marketshare dos livros impressos [cujas vendas caíram 4,7% no primeiro trimestre], “o crescimento anêmico do mercado eletrônico coloca em questão a força da chamada ‘revolução digital’ no mercado editorial”. Outro relatório da Nielsen mostra que as vendas globais de e-books na verdade caíram no primeiro trimestre deste ano [em relação ao mesmo período em 2012], o que teria sido “inconcebível” há alguns anos, segundo Carr. Em janeiro, ele listou em seu blog algumas possíveis razões desse declínio, como o impacto dos tablets nas vendas, a difícil adoção dos e-readers pelos ‘não entusiastas’ e o preço dos e-readers, entre outros.

Por Dennis Abrams | Publishing Perspectives | 09/08/2013