Prefeituras do Ceará aderem às bibliotecas digitais


O estado do Ceará já tem pelo menos 19 bibliotecas de acesso público prontas para começar a emprestar eBooks virtualmente, um serviço apontado por especialistas como solução para atrair os leitores mais jovens e estancar o esvaziamento que se verifica nos últimos anos. O estado aparece entre os cinco com maior número de bibliotecas digitais instaladas.

A novidade chegou, este ano, ao Brasil e já está presente em 26 estados brasileiros. No Ceará, existem bibliotecas digitais em 15 municípios, sendo três na capital Fortaleza e duas localizadas em Farias Brito e Itapipoca. Destacam-se ainda as cidades de Aruaru e Paraipaba, seguindo o exemplo do Estado, que ocupam a primeira posição, em número de leitores cadastrados, na Região Nordeste.

Os usuários podem pegar emprestados os livros digitais de qualquer lugar com internet e ler no computador, tablet, e-reader e até no celular, inclusive depois de desconectar [desde que o texto seja mantido na tela]. Para se cadastrar, os interessados devem ir pessoalmente a qualquer uma dessas bibliotecas e já pegar emprestados até três eBooks simultâneos pelo prazo de 15 dias, podendo renovar uma vez.

Por enquanto, estão à disposição dos leitores 1.000 eBooks de autores nacionais e estrangeiros em domínio público, da Coleção de Clássicos da Árvore de Livros, a plataforma de empréstimo digital que está operando nessas cidades. Futuramente, as bibliotecas poderão ampliar seu catálogo e passar a oferecer outros 14 mil títulos, incluindo lançamentos atuais.

A chegada das bibliotecas digitais ao estado do Ceará é o resultado de uma parceria entre a Associação Brasileira de Municípios [ABM], Observatório do Livro e da Leitura, Fundação Palavra Mágica e a Árvore S/A. “Investimentos em tecnologia costumam ser altos e, mesmo assim, rapidamente ficam defasados”, afirma o diretor do Observatório do Livro e da Leitura, Galeno Amorim, ex-presidente da Fundação Biblioteca Nacional.

Segundo ele, a iniciativa deve beneficiar principalmente as pequenas e médias cidades que, em geral, costumam ter dificuldades para aderir e implementar inovações tecnológicas justamente por causa dos custos. Para o presidente da ABM, Eduardo Tadeu Pereira, garantir maior acesso das populações aos livros “é um importante caminho para proporcionar avanços na área da educação e também democratizar o acesso à leitura”.

O acordo prevê também a manutenção da plataforma e o treinamento virtual dos bibliotecários e técnicos das bibliotecas municipais e comunitárias. As prefeituras e bibliotecas interessadas em receber gratuitamente sua biblioteca digital podem entrar em contato pelo e-mail bibliotecas@arvoredelivros.com.br.

Associação Brasileira de Municípios | 21/10/2014

ABM firma parceria com Observatório do Livro e da Leitura para bibliotecas digitais


A Associação Brasileira de Municípios [ABM] efetivou no mês de agosto uma parceria com o Observatório do Livro e da Leitura, da Fundação Palavra Mágica e a Árvore S/A, que permitirá que as Prefeituras deem um salto importante quanto ao uso das novas e modernas tecnologias de educação na sua cidade.

Graças a esse acordo, as gestões municipais poderão ter quantas bibliotecas digitais forem necessárias para passar a emprestar livros digitais para os usuários de bibliotecas do seu município. E tudo isso sem qualquer custo para a prefeitura.

Os munícipes poderão acessar e ler os eBooks no computador, tablet ou smartphone de onde estiverem, a qualquer dia ou hora. O acervo básico e gratuito possui 1.000 eBooks que estão em domínio público. A ampliação do acervo poderá ser feita diretamente pela prefeitura. “A educação é fundamental para o desenvolvimento do país e das cidades. Viabilizar o acesso da população e livros é fundamental para proporcionar avanços nessa área e com essa parceria a ABM está democratizando essa prática”, avalia o presidente da ABM, Eduardo Tadeu Pereira.

De acordo com Galeno Amorim, responsável pela iniciativa, “investimentos em tecnologia costumam ser altos e, mesmo assim, em pouco tempo ficam defasados. Esse tipo de parceria faz com que os parceiros tecnológicos assumam os custos de manutenção e desenvolvimento”, explica.

A biblioteca digital de cada cidade já está criada. Só é necessário que o responsável pela biblioteca na Educação ou na Cultura entre em contato com o Programa de Implantação de Bibliotecas Digitais, pelo e-mail bibliotecas@arvoredelivros.com.br e peça seu login e senha para aprovar e já começar a usar.

POR IMPRENSA ABM | 25 DE AGOSTO DE 2014