Cidade de MT lança biblioteca digital


A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura e Turismo e Departamento de Cultura, realizaram na noite de quarta-feira [28], na Biblioteca Pública Municipal Evany Nery Varaschin, o lançamento do livro “Trova, Poesias e Cantigas” de autoria de Éder Jerônimo Fontana, o lançamento do Projeto da Biblioteca Digital “Árvore de Livros”, o lançamento da Gibiteca “Acervo Domingos Sávio” e a entrega dos certificados do curso “As Abordagens do Conto” promovido pelo Ponto de Cultura Ninho do Sol através do Teatro Ogan.

Estiveram presentes o Secretário de Cultura e Turismo, Vanderlei Cesár Guollo, a Secretária Municipal de Educação, Neusa Bernadete Costa, o Vereador Leandro Martins, o Diretor Geral do IFMT- Campus Campo Novo do Parecis Fábio, instrutor da Secretaria de Cultura e Turismo, Luís Bezerra, professores e diretores das escolas municipais e estaduais e comunidade em geral.

O Prefeito Mauro Valter Berft impossibilitado de estar presente na solenidade destacou a importância da data, e parabenizou a ação realizada pela secretaria, pois, o início das comemorações da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca é estabelecido dia 23 com término dia 29 de outubro, data esta, consagrada como Dia Nacional do Livro, pela Lei nº 5.191, de 18 de dezembro de 1966.

Com uma data que é sempre bem atual, o prefeito destacou ainda, que a escolha do Dia Nacional do Livro dá-se em razão da fundação da Real Biblioteca no Brasil, hoje Fundação Biblioteca Nacional, em 29 de outubro de 1810. O Dia do Bibliotecário é comemorado dia 12 de março em homenagem a data de nascimento do bibliotecário, escritor e poeta Manuel Bastos Tigre.

Para o Secretário de Cultura e Turismo, Vanderlei César Guolo, o momento é oportuno para lançamento de um livro, e o Éder, que em 2014 teve seu projeto de edição do livro: “Trova, Poesias e Cantigas”, aprovado por unanimidade, junto ao Conselho Municipal de Política Cultural, bem como o lançamento da biblioteca digital “Árvore de Livres”, foi bem oportuno.

O Secretário salienta que a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca é um momento de pensarmos o livro e a leitura no nosso município. A Biblioteca Pública Municipal “Evany Nery Varaschin” tem cumprido com sua função de divulgar, estimular e incentivar a leitura e a preservação da memória escrita em nosso município.

Duas indicações da Câmara Municipal, pelo vereador Leandro Martins, à Secretaria de Cultura e Turismo, uma delas era de montar um biblioteca digital e essa indicação foi entendida e aceita. A Árvore de Livros uma biblioteca digital que oferece inicialmente cerca de mil títulos nas mais diversas áreas, gratuitamente. O leitor pode acessar de qualquer lugar, tablet, celular, notbook. O usuário cadastra uma senha para ter acesso a Árvore de Livros.

“Sabemos que nossa juventude está mais antenada nas tecnologias como celulares, e os livros nesse cenário acabam sendo esquecidos. A biblioteca digital vem com esse intuito de ampliar a possibilidade de leitura do usuário. O livro digital vem para suprir essa demanda. Na fila do mercado pode se fazer a leitura do livro enquanto aguarda ser atendido”, destacou.

Na oportunidade, o vereador Leandro Martins falou sobre a Gibiteca “Acervo Domingo Sávio”, que foi doado, a “gibiteca” por ser um instrumento fantástico para estímulo à leitura, por ser uma leitura fácil, agradável e de fácil acesso. Sabemos que o Gibi já foi um livro que sofreu certa censura e até mesmo proibido nas escolas, mas que hoje é ferramenta de estímulo a leitura” destacou o vereador.

O vereador Leandro cedeu 500 gibis, que recebe o nome do “Acervo Domingos Sávio”, professor que os cedeu.  O acervo já se encontra disponível na Biblioteca Pública Municipal e a Secretaria de Cultura e Turismo, através do Departamento de Cultura e Biblioteca Pública Municipal fez a assinatura de mais gibis [coletâneas] que irão ser disponibilizados também à comunidade em geral.

O Secretário Vanderlei destacou ainda que a Gibiteca será móvel e acompanhará os mais diversos eventos do município, como exemplo o Sarau na Praça, o Exporock, em que o gibi também faz parte dessa cultura , Mutirões da Cidadania, Festival do Folclore. A proposta é que os gibis saiam também das prateleiras da Biblioteca Pública e circule outros espaços da cidade.

– Exemplares do livro “Trova, Poesias e Cantigas”, de Éder Jerônimo, foram entregues a todas as escolas de Campo Novo.

Duas oficinas as abordagens do conto, devolvendo a comunidade os investimentos na área do Teatro. Foram 45 professores, principalmente da área de Educação Infantil, que estão capacitadas para trabalharem a contação de histórias na sala de aula. Uma ferramenta muito importante para que o aluno adquira o hábito da leitura. As oficinas resultaram apresentações de contação de histórias durante a Semana Nacional do Livro Infantil e a segunda oficina resultou em apresentações na Escola Municipal Infantil Armando Jacinto Brólio.

Campo Novo do Parecis e o talentos na Literatura

O Secretário Vanderlei destacou ainda que o município está devedor em relação à literatura, mas que já há alguns livros já lançados, como “Revivendo Campo Novo”, “Cio da Criação” e “Antologia Poética”, lançado na noite de terça-feira [27], na Escola Estadual  Padre Arlindo, fruto do Recital de Poesias realizado pela própria Escola.

Éder Jerônimo Fontana, brasileiro, casado, radialista profissional atuando há 17 anos na área da comunicação. O livro “Trova, Poesias e Cantigas”, começou a ser escrito a cerca de dois anos, 2013, e recebeu o apoio de Manoel França Leal, músico e compositor.

A obra fala da cultura gaucha e do povo do Rio Grande do Sul, suas tradições. “Confesso que escrever livros é como aprender a caminhar, depois do primeiro passo sempre queremos seguir em frente. Meu primeiro livro foi lançado no ano de 2000, na minha adolescência, e se chamava Mulher Essência da Poesia, de poesias românticas e foi lançando no Estado de Santa Catarina”, diz.

O jovem escritor conta que a fonte de inspiração é o pai, que é declamador de poesias e  trovador. Éder diz que cresceu escutando-o declamar nas rodas de amigos, em família e também profissionalmente, e que a vontade de escrever poesias aumentou com o passar do tempo. Hoje, seu sonho é de poder  ver o pai, de 76 anos,  residente no Rio Grande do Sul  declamando uma poesia sua.

Seu próximo projeto já está em andamento. Éder prepara um livro de poemas infantis, e diz que fará uma parceria com as escolas do município para criação das ilustrações. “Em Campo Novo do Parecis há muita gente escrevendo e sugiro que essas pessoas procurem os órgãos competentes, a própria Secretaria de Cultura e Turismo, para receber orientações e auxílios para verificar a possibilidade de viabilizar e concretizar a obra pretendida”, orienta o escritor.

O Livro “Trova, Poesias e Cantigas” tem 80 páginas, texto de Éder Jeronimo Fontana e Manoel França Leal, Foto de Capa de Photographer Luciano L. Steffler, Diagramação de Arte de Capa de Gean Michel Lourenço Costa. Gráfica Diário da Serra, Tangará da Serra, 2015. O livro pode ser adquirido pelo valor de R$20,00 com o próprio escritor.

http://www.camponovodoparecis.mt.gov.br | 10/11/2015