Aparelho tipo scanner cria sua própria biblioteca digital


O Czur Scanner é um dispositivo que promete tornar a digitalização de documentos e livros algo mais prático. Desenvolvido para operar conectado à uma rede Wi-Fi, o dispositivo conta com tecnologias que fazem da digitalização de livros inteiros um processo mais fácil e que eliminam problemas comuns encontrados por quem tenta realizar esse procedimento com scanners normais.

A lombada do livro causa deformação na página e, mesmo com um scanner amplo, o processo de digitalização da página irá, inevitavelmente, produzir uma imagem distorcida. Com o Czur, a imagem resultante do processo é filtrada por um algoritmo, que identifica a distorção e a corrige.

Czur funciona conectado à Internet e pode ser usado para digitalizar livros inteiros | Foto: Reprodução/YouTube

Czur funciona conectado à Internet e pode ser usado para digitalizar livros inteiros | Foto: Reprodução/YouTube

Outra vantagem do dispositivo é o fato de que, conectado à Internet, ele pode funcionar independente de um computador. Documentos e páginas obtidas pelo scanner podem ser armazenadas num serviço na nuvem, facilitando o acesso aos arquivos e o uso do aparelho, já que, dessa forma, não é necessária a instalação de drivers em um PC para gerenciar o dispositivo.

Outra função interessante do scanner é a perspectiva de usá-lo como projetor. Usando a interface HDMI, o equipamento pode exibir em telas grandes imagens ampliadas de documentos e páginas dispostas em sua base.

O vídeo abaixo, em inglês, mostra o scanner em ação:

O scanner foi apresentado no site Indiegogo, de financiamento coletivo. O projeto já superou a meta de arrecadação, mas ainda há tempo para que interessados invistam na iniciativa. Na cota mais barata disponível, é preciso desembolsar US$ 199 [R$ 780]. As entregas estão previstas para janeiro de 2016 e o fabricante envia o produto ao Brasil.

Por Filipe Garrett | Publicado em TechTudo | Globo.com | 20/10/2015, às 07h00

Anúncios