Textos de Jane Austen viram disfarce para hackers na internet


Hackers do século 21 teriam uma queda por um clássico da literatura do século 19, o romance “Razão e Sensibilidade”, de Jane Austen, escondendo-se cada vez mais atrás de extratos literários.

Trata-se de uma nova maneira de esconder uma série de vírus que permite se infiltrar ilegalmente em computadores e redes informáticas, de acordo com um relatório divulgado nesta terça-feira [28] por pesquisadores da Cisco Security.

Adicionar passagens de um texto clássico às páginas na internet [usadas por hackers] é uma técnica de dissimulação muito mais eficaz do que a abordagem tradicional de usar um texto aleatório“, explicam.

A escritora inglesa Jane Austen

A escritora inglesa Jane Austen

O uso de textos de obras contemporâneas, como revistas ou blogs, é outra estratégia eficaz. Os antivírus e outros sistemas de segurança são mais propensos a considerar tal página como segura depois de ‘ler’ esses textos“, acrescentam.

De acordo com a Cisco, encontrar referências aos personagens de Jane Austen em uma página web “pode confundir, mas não é uma razão de preocupação imediata“.

A pessoa por trás da pirataria literária e por que este romance foi escolhido em vez de outro continua a ser um mistério, reconhece Jason Brvenik, um engenheiro da Cisco.

Isto é uma seleção aparentemente aleatória, mas sempre vem deste livro“, disse à AFP.

Os pesquisadores apontam que este é apenas um exemplo da capacidade dos hackers de inovar para contornar a proteção do computador.

DA AFP | Publicado originalmente em Folha de S. Paulo | 28/07/2015

Anúncios