Jabuti muda regulamento para livros digitais infantis


A Câmara Brasileira do Livro [CBL], que organiza o Prêmio Jabuti, e o comitê curador do prêmio alteraram o regulamento da 57ª edição para facilitar a inclusão de livros infantis digitais. Segundo a alteração, não será mais necessária a ficha catalográfica e a inscrição ISBN para inscrever os livros nesse gênero.

Em nota, a CBL explicou que, a “recente presença de livros digitais no panorama livresco brasileiro” e o expressivo número de queixas quanto à dificuldade para conseguir tanto a ficha quanto a inscrição ISBN – sistema criado para identificar internacionalmente o livro por meio de título, editora e autor – provocaram as mudanças.

No termo de alteração, o comitê curador também admite que a categoria livro infantil digital tem caráter experimental e que o gênero vem sendo premiado em vários concursos internacionais. Para integrar a categoria, é preciso ter conteúdo textual e elementos multimídia interativos. O regulamento também deixa claro que os livros digitais não concorrem a livro do ano.

As inscrições para 57º Prêmio Jabuti ficam abertas até 31 de julho e, este ano, o prêmio vai contemplar 27 categorias, entre elas poesia, contos e ficção. Fazem parte do conselho curador Marisa Lajolo, Antônio Carlos de Moraes Sartini, Frederico Barbosa, Luis Carlos de Menezes e Márcia Lígia Guidin.

Correio Braziliense | 08/07/2015