Bibliomundi


A plataforma de publicação on-line Bibliomundi, que será lançada em julho, procura atrair jovens autores em universidades, cursos de escrita e blogs para comercialização digital. A empresa negocia a venda de seu catálogo em 80 livrarias on-line. Pelo que apurou a coluna Avant Première, do Valor Econômico, o investimento inicial foi de R$ 1 milhão e com isso, a companhia espera empatar os custos em quatro anos, apostando na tendência de crescimento, registrada em 2014, de 35% no segmento digital. “O livro seguirá o caminho do jornal, sendo consumido na internet e, principalmente, pelo telefone celular“, disse um dos idealizadores, Raphael Secchin, à coluna.

Por João Bernardo Caldeira | Valor Econômico | 26/06/2015

Anúncios