Nuvem de Livros chega a Espanha


Há oito anos, o empresário e editor Jonás Suassuna teve uma intuição: “Tudo está sendo digitalizado. Os livros também serão e isso acontecerá rapidamente”. Hoje, em 2015, aquela sua reflexão é uma obviedade. Suassuna acreditou no seu faro e começou a preparar uma grande biblioteca virtual. “Imaginei a quantidade de escolas sem livros que há no Brasil e como levar livros a essas escolas. O segredo estava na internet. O segredo era construir uma grande biblioteca e não uma livraria”. Assim, em 2011, criou a Nuvem de Livros, que, por uma assinatura, dá acesso a um sistema de streaming com cerca de 14 mil títulos em português. Agora, Suassuna, aliado com a Orange, desembarca na Espanha. Por 3,99 euros por mês, o cliente terá acesso a mais de três mil títulos, além dos 400 mil volumes da Fundação Biblioteca Virtual Miguel de Cervantes. O objetivo do empresário não é ficar apenas na Espanha. “Escolhemos a Espanha como base das operações, em primeiro lugar, por que eu sou um apaixonado pelo país e, segundo porque é a base ideal para se alcançar o mercado latino-americano”, disse.

Por Antonio Jiménez Barca | Publicado originalmente em El Pais | 13/04/2015, às 19:36