Alunos da Paraíba terão livros digitais nas escolas


As escolas das redes estadual, municipal e federal recebem, desde outubro de 2014 até fevereiro de 2015, os livros didáticos. A novidade para este ano é que os alunos do ensino médio também terão acesso ao livro digital. Cada um vai receber uma senha para conectar-se a conteúdos interativos pela internet que contemplam todas as disciplinas. A versão digital deve vir acompanhada do livro impresso, ter o mesmo conteúdo e incluir conteúdos educacionais digitais como vídeos, animações, simuladores, imagens e jogos para auxiliar na aprendizagem.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Aléssio Trindade, atualmente já são distribuídos mais de dois milhões de livros de papel, com os alunos da rede estadual e, a partir de agora, o atendimento vai avançar, no sentido de atender aos estudantes com o uso das novas tecnologias, permitindo maior acessibilidade a partir da utilização do livro digital.

Alunos de todas as séries, incluindo da Educação de Jovens e Adultos [EJA], receberão aproximadamente 2,3 milhões de livros, sendo 13 volumes para cada estudante do ensino médio, dois para o 1º ano, cinco para o 2º ano e seis para as outras séries [3º ao 9º ano do ensino fundamental].

Os livros são enviados pelo Ministério da Educação, por meio do Programa Nacional do Livro Didático [PNLD/FNDE], beneficiando 5.230 escolas na Paraíba. A Secretaria de Estado da Educação [SEE] monitora o programa, no sentido de assegurar a distribuição pelas escolas e manutenção de reserva técnica para atender a eventuais faltas de livros para as unidades de ensino e turmas que ainda não constam no Censo Escolar.

Todos os livros, antes de serem entregues, passam por uma criteriosa avaliação técnica e pedagógica, feita por uma comissão formada por professores de várias universidades, para que não haja conceitos errados ou posicionamentos tendenciosos em relação à religião, estereótipos e outros temas polêmicos. Os livros são distribuídos pelos Correios e vão diretamente para as escolas.

http://www.paraiba.com.br | 23/01/201

Salto [SP] abre sua biblioteca de eBooks


Em uma parceria inédita firmada pela Prefeitura da Estância Turística de Salto com o site http://www.arvoredelivros.com.br, a Biblioteca Pública Municipal irá disponibilizar, gratuitamente, mais de mil títulos de e-books [livros em formato digital].

Para ter acesso as publicações, os interessados devem se cadastrar diretamente na Biblioteca, que fica na Praça Paula Souza, 30, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas e aos sábados das 8 às 14 horas.

Os documentos necessários para cadastro são RG, CPF, comprovante de residência, uma foto 3×4 e e-mail. Para os que já são cadastrados na Biblioteca são requeridos apenas RG e e-mail. “A partir do e-mail fornecido será criada uma senha que permitirá o acesso ao site. O usuário só vai precisar da internet na hora de baixar o conteúdo, que ficará disponível por duas semanas. Podem ser baixados quantos e-books o usuário desejar em computadores, tablets, notebooks, eReader ou smartphones”, explica o Coordenador da Biblioteca, Carlos Eduardo Chagas.

Entre as edições disponíveis estão biografias, clássicos da literatura brasileira, livros pedagógicos, infanto-juvenis, ficção, negócios, etc.

Para o Secretário Municipal de Cultura, Marcos Pardim, essa parceria é muito importante para o município e será estendida também à Biblioteca Teatral “Lico Valle”, que fica no Centro de Educação e Cultura – Anselmo Duarte [CEC], na Rua Pudente de Moraes, 580, Centro. “Nos tempos atuais, em que boa parte da sociedade interage com as tecnologias digitais, trata-se de um avanço poder disponibilizar esta ferramenta da biblioteca digital”, destaca.

Ficamos felizes com mais esta ferramenta que o município oferece aos frequentadores da Biblioteca Pública proporcionando outra forma de acesso à leitura. Além disso, poderá incentivar também aqueles que ainda não tem o hábito de ler”, ressalta o Prefeito Juvenil Cirelli.

Árvore de Livros

A Árvore de Livros é uma biblioteca digital de empréstimo de e-Books, inicialmente voltada para atender a educação básica das redes de ensino pública e privada. Seu acervo é constituído por obras de interesse geral e, com uma atenção especial, aquelas recomendadas pelas escolas.

De acordo com o site, para prefeituras, governos, instituições públicas e privadas, escolas, empresas e bibliotecas são oferecidos pacotes especiais de assinaturas coletivas para atender grupos de alunos, funcionários, beneficiários de projetos e programas e usuários em geral.

http://www.itu.com.br | 23/01/2015

Os campeões de audiência da Fundação Dorina


Fundação Dorina empresta títulos para pessoas cegas e de baixa visão de todo o Brasil

Fundação Dorina Nowill para CegosA Fundação Dorina Nowill para Cegos disponibiliza para pessoas com deficiência visual em todo o Brasil o empréstimo de livros em áudio produzidos pela instituição. São mais de 2.500 títulos, de diferentes autores e gêneros, disponíveis para empréstimo gratuito às pessoas cegas ou com baixa visão. Em 2014, foram mais de 11 mil empréstimos e o audiolivro mais pedido foi Jesus, o maior psicólogo que já existiu, de Mark W. Baker. Na segunda posição, ficou O caçador de pipas, de Khaled Hosseini e em terceiro lugar,Anjos e demônios, de Dan Brown. Para utilizar o serviço de empréstimos é preciso preencher ficha de cadastro específica, que pode ser feita pessoalmente, via correio, e-mail ou pelo site www.fundacaodorina.org.br. O envio e devolução dos livros em áudio são feitos gratuitamente via cecograma, serviço postal destinado às pessoas cegas. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h. Veja abaixo o ranking completo com os dez audiolivros mais pedidos na biblioteca da fundação:

  1. Jesus, o maior psicólogo que já existiu– Mark W. Baker
  2. O Caçador de Pipas– Khaled Hosseini
  3. Anjos e demônios– Dan Brown
  4. Nunca desista de seus sonhos– Augusto Cury
  5. O Código Da Vinci– Dan Brown
  6. A menina que roubava livros– Markus Zusak
  7. Fortaleza digital– Dan Brown
  8. Ponto de Impacto– Dan Brown
  9. Trilogia Cinquenta tons de cinza– E. L. James
  10. Ensaio sobre a Cegueira– José Saramago

PublishNews | 23/01/2015

Streaming para acabar com a cópia ilegal


Uma pesquisa feita pela Opinion Box, e divulgada na quinta-feira, 22/01, aponta o streaming como responsável pela diminuição da pirataria entre os consumidores de música pela internet. Streaming é uma forma de distribuição de dados multimídia, via web, e o conteúdo baixado não fica arquivado no computador do usuário. Diferente do download, que também possibilita a proliferação de cópias ilegais.

Esse é o sistema utilizado pela Árvore. Os eBooks de seu acervo são transmitidos para o computador, smartphone ou tablet do leitor. Os conteúdos ficam disponíveis enquanto os aparelhos estiverem ligados, sem sobrecarregar suas memórias. Os textos não podem ser copiados, nem impressos, o que garante aos autores a proteção de seus direitos autorais. O streaming também é usado pelo Youtube, um dos pioneiros, tanto no uso dessa tecnologia, quanto na disponibilização de vídeos, e pela Netflix, distribuidora de filmes por assinatura.

Olhar Digital | UOL | 23/01/2015