Nook e Microsoft encerram parceria


Nook e Microsoft entraram em acordo e colocaram um ponto final nos seus acordos comerciais na tarde de ontem [4]. A empresa global de tecnologia tinha investido US 300 milhões na Barnes & Noble, detentora da marca Nook, em abril de 2012, o que levou à criação de uma nova subsidiária da companhia livreira, que incluía o e-reader, vendas digitais e lojas escolares da B&N. Mas ontem, as duas empresas revelaram que o acordo tinha acabado, com a B&N devolvendo US$ 125 milhões pelas ações preferenciais da Microsoft. O acordo prevê ainda que a Microsoft terá o direito de receber 22,7% dos recursos provenientes das vendas da Nook Digital, levando a crer que o braço Nook da B&N será vendido em breve. Em junho desse ano, a B&N anunciou que estaria desmembrando o Nook das suas unidades de varejo, com vistas a aumentar o valor das suas ações. A conclusão da separação está prevista para agosto de 2015.

Por Lisa Campbell | The Bookseller | 05/12/2014