Pacotes para o Digital Book World


Conferência marcada para o início do ano que vem em NY apresenta descontos especiais

A Digital Book World, conferência marcada para acontecer entre os dias 13 e 15 de janeiro, em Nova York, apresentou essa semana pacotes que barateiam a inscrição. As pessoas ou corporações que se associarem ao programa DBW Membership poderão ter descontos de 10% [para inscrições individuais] a 20% [para inscrições corporativas]. Além dos descontos, os associados ao Membership têm benefícios como acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos da conferência, aos vídeos da edição passada, 40% de desconto em todos os webcasts ao vivo e sob demanda da Conferência e 10% de desconto em livros e cursos da Digital Book World University. Para saber mais sobre os descontos, os pacotes e a afiliação aos programas, clique aqui.

PublishNews | 29/08/2014

Anúncios

Acervos de bibliotecas russas estarão em smartphones e tablets


Em 2015, os acervos das maiores bibliotecas russas estarão disponíveis para smartphones e tablets e poderão ser acessados gratuitamente. Para isso, será necessário apenas se registrar em um aplicativo móvel especial para plataformas iOS e Android.

O Ministério da Cultura russo planeja liberar o acesso a mais de 6 milhões de arquivos dos acervos da Biblioteca Eletrônica Nacional [NEB, na sigla em russo]. A Biblioteca Estatal da Rússia, a Biblioteca Nacional da Rússia, a Biblioteca Presidencial B. N. Ieltsin e a Biblioteca Pública Técnico-Científica Estatal da Rússia também participam do projeto da NEB.

Os usuários poderão não apenas ler, mas também salvar textos e imagens para visualização on-line gratuita. Em primeiro lugar, estarão disponíveis as obras dos clássicos russos, documentos históricos e teses. Atualmente, muitos livros de arquivos e documentos dos tempos do Império Russo estão sendo vendidos em sites piratas.

O custo do desenvolvimento do aplicativo móvel será de pouco mais de 4 milhões de rublos [cerca de R$ 240 mil].

Gazeta Russa | 29/08/2014

Editoras usam blogueiros para divulgar livros


De olho nos “sagamaníacos”, as editoras têm mirado em blogueiros que se tornaram referência para o público jovem.

Quando um blogueiro muito popular comenta ou resenha um livro, aguça a curiosidade dos leitores, divulga o título e aumenta a chance de que ele seja vendido“, afirma Alessandra Ruiz, “publisher” da editora Gutenberg.

Camila da Silva, 18, recebe gratuitamente dez livros por mês, graças a parcerias com editoras.

Nos livros, eu encontrei mundos que são mais meus do que o próprio mundo. Eles me fizeram quem eu sou hoje“, diz.

Seu blog, o “Desejo Adolescente” [www.desejoadolescente.com], recebe cerca de 120 mil visualizações mensais. Em julho último, a jovem ganhou o Teen Web Awards, premiação para as meninas com menos de 21 anos mais influentes da internet.

Camila, que é de Ferraz de Vasconcelos [Grande São Paulo], conta com cinco colaboradoras para atualizar o blog, que aborda temas como literatura, comportamento, música, decoração e culinária.

Bruna Vieira, 20, também possui colaboradores no depoisdosquinze.com, blog que recebe cerca de 60 mil acessos diários e em que comenta moda, viagens e um de seus grandes interesses, a literatura.

Ela se mudou de Leopoldina [MG] para a capital paulista aos 17 anos, depois que se tornou uma “celebridade teen” –além de blogueira, ela publicou quatro livros. “A maioria do meu público tem entre 15 e 20 anos. [Esse tipo de livro] é um primeiro passo para o jovem criar amor pela literatura.

DA EDITORIA DE TREINAMENTO | 29/08/2014, às 02h41 | Publicado originalmente em Folha de S. Paulo | Caderno Ilustrada