Pequenos editores se beneficiam com mudanças na indústria


O crescimento das tecnologias de publicação digital, a crescente popularidade de e-books e a flexibilidade de impressão sob demanda têm trazido grandes oportunidades para o negócio de pequenas editoras montadas em casa mesmo. Philip Dauncey, que já trabalhou em editoras infantis, ganhou experiência em todos os aspectos do negócio: desde a produção até as vendas. Ele decidiu usar esses conhecimentos e experiências para criar uma editora em sua própria casa, um empreendimento de baixas despesas e potencial para um salário comparado ao que tinha antes. Em 2012, ele lançou a Really Decent Books. Nesse mesmo ano, ele foi a Frankfurt com doze títulos e vendeu direitos para traduções em português, italiano, línguas africanas e hebraica. Hoje a sua editora tem cerca de 50 títulos e publica de 20 a 25 títulos por ano.

Por Alison Coleman | The Guardian | 18/03/2014