Juiz rejeita processo de livreiros contra a Amazon


O juíz Jed Rakoff rejeitou o processo dos livreiros independentes contra a Amazon e as seis maiores editoras do Estados Unidos, que alegava conspiração para restringir o comércio com o uso do DRM na plataforma de leitura do Kindle. Em 18 páginas, o relatório do juíz indicou que a acusação não havia evidência, nem motivo plausível. “Essa alegação é notavelmente evasiva”, escreveu Rakoff. “A acusação não alega um acordo ilegal, apenas ‘discussões orais ou acordos em relação ao uso restritivo do DRM’ vagos. Não alegam nem que tais discussões ou acordos de fato ocorreram, apenas a sua possibilidade. E não especificam quem teria participado dessas discussões ou acordos hipotéticos, apenas que podem ter envolvido ‘uma ou mais’ editoras e a Amazon”.

Por Andrew Albanese | Publishers Weekly | 10/12/2013