Com a diminuição da competição, Amazon começa a cortar os descontos


Escritores e editores afirmam que a Amazon, que virou a maior força livreira graças a descontos tão agressivos que frequentemente perdia dinheiro, vem cortando os descontos de livros acadêmicos e de pequenas editoras. […] Bruce Joshua Miller, presidente da Miller Trade Book Marketing, uma empresa de Chicago que representa editoras universitárias e independentes, disse ter consultado 18 editoras, 14 das quais afirmaram que nos últimos anos a Amazon vem cortando – em alguns casos eliminando totalmente – os descontos nos livros. […] Com o fim da Borders, as dificuldades da Barnes & Noble e a diminuição do número de livreiros independentes, para muitos consumidores não há muitas alternativas para comprar livros a não ser pela Amazon. E, no caso de alguns livros, a Amazon está efetivamente começando a aumentar os preços.

Por David Streitfeld | The New York Times | 04/07/2013