Macmillan finaliza acordo de eBook, e pagará US$ 26 milhões


Os detalhes: o preço a ser pago pela Macmillan é de US$ 26 milhões, em vez dos US$ 20 milhões anunciados inicialmente. O acordo final inclui US$20 milhões para compensação dos usuários; US$ 3 milhões para cobrir os custos de ‘investigação’ e litígio; US$ 2,5 milhões para os advogados. […] Apesar do acordo, a Macmillan nega ter feito algo errado, e o relatório inclui uma cláusula indicando que a editora não participará do julgamento de e-books que ocorrerá no dia 3 de junho, com Apple e Penguin na defesa.

Por Andrew Albanese | Publishers Weekly | 29/04/2013

Um pensamento sobre “Macmillan finaliza acordo de eBook, e pagará US$ 26 milhões

  1. Os detalhes: o preço a ser pago pela Macmillan é de US$ 26 milhões, em vez dos US$ 20 milhões anunciados inicialmente. O acordo final inclui US$20 milhões para compensação dos usuários; US$ 3 milhões para cobrir os custos de ‘investigação’ e litígio; US$ 2,5 milhões para os advogados. […] Apesar do acordo, a Macmillan nega ter feito algo errado, e o relatório inclui uma cláusula indicando que a editora não participará do julgamento de e-books que ocorrerá no dia 3 de junho, com Apple e Penguin na defesa.

Os comentários estão desativados.