Macmillan vai pagar US$ 20 milhões para processos de eBooks


MacmillanA editora Macmillan fechou acordo com o Departamento de Justiça americano na última sexta-feira, no caso de alegado conluio na precificação de e-book, e vai fazer acordo nos processos de classe e dos estados restantes. A Macmillan vai pagar US$ 20 milhões aos consumidores, representados por procuradores de 33 estados e advogados. O pagamento de US$ 20 milhões da Macmillan se adiciona aos 69 milhões de dólares que a Hachette, HarperCollins e Simon & Schuster concordaram em pagar os consumidores. O dinheiro será repartido na forma de pequenos créditos em lojas de e-book.

Por Laura Hazard Owen | Paid Content | 11/02/2013