Apple enfrenta sozinha acusações sobre eBooks


Cinco empresas envolvidas no caso antitruste de preços de livros digitais fecham acordo com o Departamento de Justiça norte-americano

AppleO Departamento de Justiça norte-americano chegou a um acordo com a Macmillan, em um caso antitruste relacionado a preços de e-books. De acordo com o Cnet, apenas a Apple permanece na batalha.

Em abril do ano passado, promotores federais acusaram a Apple e cinco editoras de livros de elevar os preços dos e-books, o que pode ter custado “dezenas de milhões de dólares” aos consumidores.

No mesmo dia, o departamento anunciou que havia acordado com três editoras, mas disse que a Apple e os outras duas editoras optaram por lutar contra as acusações.

A Penguin, uma das duas empresas remanescentes, chegou a um acordo em dezembro. Agora, foi a vez da Macmillan, restando apenas a Apple.

Em um memorando legal, a empresa da maçã chamou os acordos com as demais editoras de “fundamentalmente injustos, ilegais e sem precedentes“. O julgamento contra a Apple está programado para começar em junho.

Olhar Digital | 08 de Fevereiro de 2013 | 18:00h