Amazon atualiza linha de tablets e apresenta novos Kindles Fire ao mercado


Jeff Bezos, diretor-executivo da Amazon, exibe os tablets Kindle Fire HD durante evento nos EUA

Jeff Bezos, diretor-executivo da Amazon, exibe os tablets Kindle Fire HD durante evento nos EUA

A Amazon, empresa de comércio eletrônico americana, anunciou nesta quinta-feira [6] três novos modelos de tablet: o Kindle Fire HD de 7 polegadas, Kindle Fire HD de 8,9 polegadas e o Kindle Fire HD 4G com tela de 8,9 polegadas. A pré-venda dos aparelhos no mercado americano começará no mês de setembro.

O Kindle Fire HD apenas com Wi-Fi será vendido em duas versões: uma com tela de 7 polegadas [US$ 199] e outra de 8,9 polegadas (US$ 299). O tablet terá 8,8 milímetros de espessura , 16 GB de armazenamento e processador dual-core TI OMAP 4470. O sistema operacional continua sendo o Android, mas com personalizações da Amazon. Os aparelhos estarão disponíveis no dia 14 de setembro.

Haverá ainda uma terceira versão do Kindle Fire HD com Wi-Fi e conexão sem fio via 4G. Além de suportar internet móvel, o tablet terá tela de 8,9 polegadas e 32 GB de capacidade. O portátil será vendido por US$ 499. Ao adquiri-lo, o usuário deverá assinar um plano de US$ 50 por ano. Com isso, ele terá direito a uma franquia mensal de 250 MB, 20 GB de armazenamento e US$ 10 de crédito na loja de aplicativos da Amazon. É possível fazer a reserva do aparelho a partir desta quinta [6], mas ele só estará disponível em 20 de novembro.

Já o Kindle Fire convencional recebeu uma atualização de hardware: terá um novo processador, que o deixará 40% mais rápido e o dobro de memória RAM. Ele continuará com uma tela de 7 polegadas, conexão Wi-Fi e apenas uma câmera frontal. A pré-venda do portátil começará em 14 de setembro e custará US$ 159. Durante o evento, não foram dadas especificações de hardware do aparelho.

UOL Notícias TECNOLOGIA | 06/09/2012, 19h48

Kobo anuncia novos e-readers


Após acordo com American Publishers Association e contratação no Brasil, Kobo lançará novos e-readers e tablet

Amazon esgota Kindle Fire, Barnes & Noble venderá o Nook do outro lado do Atlântico e Apple continua criando expectativa para o lançamento do mini iPad. Agora é a vez da canadense Kobo entrar na corrida para as vendas de natal, anunciando o lançamento de dois novos e-readers e um tablet. Em outubro serão lançados os e-readers Kobo Glo, com tela de 6 polegadas, iluminado com tecnologia ComfortLight, e o Kobo Mini, o menor e-reader do mercado, com uma tela de 5 polegadas. No mês seguinte, em novembro, a empresa lançará o Kobo Arc, um tablet Android 4.0, com uma interface Tapestries, em versões de 8G e 16G. Os preços variam de U$ 79,99 a U$ 249,99. O anúncio da Kobo não poderia ser mais oportuno, já que os olhos do mercado estavam todos virados para Santa Monica, na Califórnia, onde a gigante Amazon deve anunciar hoje a tarde a nova linha de Kindles. Papai Noel vai encher o trenó de e-readers esse ano.

Por Iona Teixeira Stevens | PublishNews | 06/09/2012

Amazon anuncia novos modelos de tablet e leitor eletrônico


A Amazon anunciou nesta quinta-feira [6] o Kindle Fire HD, tablet com tela de resolução superior à dos outros feitos pela empresa e que será vendido nas versões de sete polegadas [US$ 199] e de 8,9 polegadas [US$ 299].

A empresa também anunciou o Kindle Fire 2, outro tablet com tela de sete polegadas, e o Kindle Paperwhite, nova versão do leitor de livros eletrônicos.

Kindle Fire HD na versão de sete polegadas, anunciado nesta quinta [6]

Kindle Fire HD na versão de sete polegadas, anunciado nesta quinta [6]

Os aparelhos começarão a ser vendidos nos EUA a partir do dia 14 de setembro –salvo o Kindle Fire HD de 8,9 polegadas, cuja venda começa no dia 20 de novembro.

Não há informações sobre o lançamento no Brasil.

KINDLE FIRE HD

Maior novidade da série de lançamentos da Amazon, o Kindle Fire HD de 8,9 polegadas é um concorrente direto do iPad, apesar de o tablet da Apple possuir 0,8 polegada de tela a mais.

A tela do iPad de última geração tem 264 pixels por polegada de densidade, enquanto o novo aparelho da Amazon terá 254 pixels por polegada [resolução de 1.920×1.200 pixels].

O processador do aparelho é um OMAP 4470, de núcleo duplo e clock de 1,8 GHz, fabricado pela Texas Instruments.

Segundo a empresa, o chip é até 40% mais rápido ao Nvidia Tegra 3, processador empregado por tablets de fabricantes concorrentes.

A conectividade do dispositivo fica por conta de Wi-Fi de duas bandas: a tradicional, de 2,4 GHz, e uma outra de 5 GHz de frequência, que, em tese, faz proveito de uma faixa de rádio menos poluída para prover conexão mais estável [o que requer um roteador com a mesma capacidade].

Haverá, também, conectividade Bluetooth e saída HDMI.

O armazenamento básico dos Kindle Fire HD será de 16 Gbytes internos, mas o modelo de 8,9 polegadas terá uma versão extra, com 32 Gbytes e conectividade 4G do tipo LTE [indisponível no Brasil] pelo preço de US$ 499 –o mesmo do iPad de 16 Gbytes com conexão Wi-Fi e sem 3G/4G nos EUA.

No campo do software, o aparelho virá pré-instalado com aplicativos para e-mail, Facebook, Skype e conteúdo voltado para crianças.

Para melhorar a experiência de compra e de visualização de filmes usando o tablet, haverá a função chamada X-Ray, por meio da qual o usuário poderá verificar informações sobre o diretor, os atores, sinopse e congêneres do título.

É provável que, nesta funcionalidade específica, haja integração do aparelho com o site de cinema IMDB, um dos maiores do tipo, que é controlado pela Amazon.

A espessura da versão de 8,9 polegadas será de 0,9 cm e, seu peso, de 566 g [o iPad pesa 662 g, enquanto o Google Nexus 7 pesa 340 g].

KINDLE PAPERWHITE

O Kindle Paperwhite custará US$ 119 [versão com Wi-Fi] e US$ 179 [com Wi-Fi e 3G] e começará a ser vendido nos EUA a partir do dia 14 de setembro.

Diferente dos e-readers que o antecederam, o novo Kindle tem tela retroiluminada, com contraste 25% maior e 62% mais pixels, segundo a Amazon.

Jeff Bezos, CEO da Amazon, apresenta o Kindle Paperwhite durante evento em Santa Monica, na Califórnia

Jeff Bezos, CEO da Amazon, apresenta o Kindle Paperwhite durante evento em Santa Monica, na Califórnia

Ainda que tenha ganhado retroiluminação, o aparelho continuará tendo boa vida de bateria. O aparelho poderá ficar oito semanas ativo e com retroiluminação ligada, segundo sua fabricante.

O aparelho tem 0,9 cm de espessura e pesa cerca de 215 g.

BRASIL

A Amazon não divulgou uma data oficial para a abertura de sua loja virtual ou para o lançamento dos modelos de Kindle no Brasil.

Na Bienal do Livro, no mês passado, o vice-presidente mundial de Kindle, Russ Grandinetti, disse desejar ampliar o alcance da Amazon.

Estamos vivendo um momento interessante para a indústria editorial. Talvez em alguns anos, depois que todas as leis de propriedade intelectual forem debatidas, teremos um horizonte mais promissor no Brasil“, afirmou.

Publicado originalmente em Folha de S.Paulo | 06/09/2012 – Atualizado às 16h34