“Efeito eBook”: ler e comprar mais livros


Um fenômeno tem se tornado cada vez mais comum entre os usuários de ereaders – o que o autor do blog An American Editor chama de “Efeito eBook”. Aqueles que entram para o mundo digital passam a ler e comprar mais títulos do que quando consumiam apenas livros impressos. Ele relata sua própria experiência para exemplificar como seus hábitos mudaram:

“Considerando apenas três livrarias virtuais – Smashwords, B&N e Sony –, baixei 722 ebooks [o que inclui títulos gratuitos e aqueles pelos quais paguei]. Somando os ebooks que baixei no Kobo, Baen e outras diversas livrarias virtuais, a quantidade sobe para além dos 900; adicione os livros que consegui em lugares como Feedbooks e MobileRead e o número ultrapassa a marca dos mil downloads.”

Contudo, além do aumento na quantidade de ebooks adquiridos, outro fator chamou a atenção do blogueiro: suas escolhas também mudaram – de forma gradual, porém dramática – desde que ele ganhou seu primeiro Sony Reader, em dezembro de 2007. Antes, suas decisões eram tomadas por impulso durante um passeio na livraria, ou baseadas em críticas da imprensa especializada e anúncios, e pelo menos 90% de suas compras eram não ficção. Após adquirir seu primeiro ereader, ele passou a explorar novos gêneros e entrar em contato com autores independentes, o que quase não acontecia quando ele consumia apenas livros impressos.

Apesar de confessar não ter lido todos os ebooks que possui em sua coleção, ele não deixa de adquirir novos títulos enquanto tenta dar conta daqueles que estão em sua lista de espera. Contudo, seu ritmo de leitura aumentou. Antes, ele lia, em média, 1,5 livro de não ficção por semana. Agora, apesar de levar mais tempo para ler seus livros impressos, ele passou a incluir nessa conta semanal de 2 a 3 ebooks de ficção.

E você, já sentiu o “Efeito eBook” na sua vida?

Por Juliana Ferreira | Revolução eBook | 04/07/2012 | Fonte: The eBook Effect: Buying and Reading More « An can Editor.