A cabeça por trás da Amazon


Livro explora a figura de Jeff Bezos para explicar o sucesso da varejista

Qual a razão de a Amazon ser bem sucedida? Isso muito tem a ver com Jeff Bezos, presidente e fundador da empresa. Com inúmeras entrevistas com funcionários da varejista, mais seus concorrentes e observadores, o jornalista Richard Brandt decifrou como Bezos pensa, o que dirige suas ações e como ele toma decisões. O resultado está em Nos bastidores da Amazon – O jeito Jeff Bezos de revolucionar mercados com apenas um clique [Saraiva, 176 pp., R$ 44,90]. O livro mostra como Bezos teve a visão de investir no inexplorado mercado on-line para vender livros e continuou a descobrir novas oportunidades de mercado, de alimentos a peças de automóveis.

PublishNews | 21/12/2011

Números do novo e-commerce da Laselva


Rede soma 220 mil clientes cadastrados após reformular seu portal

A Laselva, rede de livrarias conhecida por sua presença nos aeroportos brasileiros, colhe os resultados após dois meses da reformulação de seu e-commerce. “Já são 220 mil clientes cadastrados e uma projeção de 5% do faturamento via vendas online até 2013 [Número atualizado em 21/12]”, afirma Andrea Arajaki, diretora de novos negócios da rede. O portal http://www.laselva.com.br, que antes oferecia uma seleção restrita de livros dentre aqueles disponíveis nas lojas físicas da rede, passou a vender 120 mil títulos, além de uma lista variada com DVDs, produtos de informática, eletrônicos e telefonia, entre outros. Em breve, segundo Andrea, a Laselva também lancará um portal dedicado aos viajantes. O novo comércio eletrônico da empresa faz parte de uma estratégia de expansão que pretende aumentar em 45% o número de lojas para os próximos anos. “Queremos atender de forma assertiva todas as necessidades de consumo dos nossos clientes”, conclui a executiva.

PublishNews | 21/12/2011

Site lança campanha pela popularização do eBook


A iniciativa é da Simplíssimo, empresa especializada em livros digitais

O site Revolução E-book, que publica notícias e artigos sobre o mercado de livros digitais, lançou na semana passada uma campanha para popularizar os e-books. O objetivo é esclarecer as vantagens e possibilidades geradas pelo formato eletrônico, e também fomentar a oferta de títulos, bem como a qualidade dos produtos e dos processos de compra on-line. O site e a campanha são uma iniciativa da Simplíssimo, que faz e-books, oferece cursos e treinamentos sobre o mercado de livros digitais e tem um serviço de autopublicação. Segundo Eduardo Melo, fundador da empresa, a campanha deve ganhar força no início de 2012. Já está programada a criação de vídeos para a internet que mostrarão as vantagens dos e-books em comparação aos livros físicos. Quem quiser aderir, pode usar o selo da campanha que diz “Eu leio livros digitais” e também participar de um fórum coletivo para compartilhar ideias, dúvidas e reivindicações acerca desse novo mundo. Saiba mais aqui.

Para Melo, embora ainda existam barreiras para o crescimento do mercado de e-books, como os preços altos de tablets e e-readers, já existe no Brasil um número de dispositivos que justificaria um índice de leitura maior dos livros digitais. “Há pelo menos 400 mil iPads e 1,5 milhão de iPhones no país. Mas a leitura nesses aparelhos ainda não é muito comum“, avalia.

Por Roberta Campassi | PublishNews | 21/12/2011

Submarino coloca Digital Club no ar


Iniciativa em parceria com o Copia une e-commerce e mídia social

Está no ar desde segunda, dia 19, o Submarino Digital Club, “social-commerce” da varejista virtual que utiliza a tecnologia do Copia. A plataforma permite que os usuários comprem conteúdo digital – primeiro e-books e, mais para frente, revistas, jornais, música, jogos e filmes – e usem ferramentas típicas de mídias sociais. Entre os recursos oferecidos pela plataforma estão a possibilidade de fazer anotações e compartilhá-las, recomendar livros, criar grupos de discussão e sincronizar a leitura em dispositivos móveis. A operação da plataforma em versão beta começou em setembro, sem divulgação em mídia, e, desde que ela foi lançada oficialmente, há dois dias, vem atraindo um “número surpreendente de usuários”, segundo Marcelo Gioia, diretor executivo do Copia Brasil. O download da plataforma é gratuito e está disponível para diferentes sistemas operacionais e dispositivos. Antes da parceria com o Copia, a loja de e-books do Submarino era operada pela Gato Sabido.

Por Roberta Campassi | PublishNews | 21/12/2011

Afastamento por pirataria


Autora espanhola anuncia que vai parar de escrever por um tempo devido a cópias ilegais

Autorretrato de Lucía em sua página no Facebook. Foto: Reprodução

SÃO PAULO – Lucía Etxebarria, premiada autora espanhola, em um momento de desabafo em seu Facebook deu início a uma extensa discussão. A autora escreveu: “Como hoje eu descobri que mais cópias ilegais do meu livro foram baixadas do que cópias legais foram vendidas, estou anunciado oficialmente que não vou publicar livros em um bom tempo”.

O texto foi rapidamente interpretado como: escritora desiste da profissão por causa da pirataria. O que gerou grande reação no mural dela.

A autora afirmou ao jornal inglês Guardian que cogita aceitar uma proposta de emprego e que os criadores [escritores, músicos, cineastas] enfrentam uma grande dificuldade por conta da pirataria. Ela ressaltou a posição da Espanha no ranking mundial de downloads ilegais: “Estamos atrás apenas da China e da Rússia em total de downloads ilegais, mas ganhamos de todos em downloads ilegais per capita.” E defendeu a lei francesa, tida como uma das mais duras do mundo.

Na ocasião da publicação de seu último livro ‘El contenido del silencio’, a autora e sua editora decidiram por não lançar o romance em formato ebook, por temor da pirataria. O livro vendeu abaixo das marcas dos livros anteriores e pode ser baixado de graça em formato PDF com facilidade na internet.

Por Redação Link | 21 de dezembro de 2011, 9h00