Comércio eletrônico apresenta queda de 1,1% nos preços


SÃO PAULO | Em agosto, os preços de produtos vendidos em sites de e-commerce registraram deflação de 1,1%, uma queda de 1 ponto percentual em comparação com julho. O e-Flation é avaliado a partir da segunda quinzena do mês anterior até a primeira do mês de referência.

As categorias que registraram deflação no mês foram: telefonia e celulares [-3,7%], eletroeletrônicos [-3,5%], eletroportáteis [-2%], cine e foto [-1,9%], livros [-0,7%] e CDs e DVDs [-0,5%]. No período, cinco categorias apresentaram inflação: linha branca [0,1%], perfumes e cosméticos [0,6%], medicamentos [0,6%], brinquedos [1,1%] e informática [1,6%].

O indicador, chamado de e-Flation, é desenvolvido pelo Provar [Programa de Administração do Varejo], da FIA [Fundação Instituto de Administração], em parceria com a Felisoni Consultores Associados.

A acirrada concorrência existente na internet e a grande possibilidade de pesquisa de valores pelos internautas antes de efetuarem a compra são os principais aspectos que contribuem para a queda nos preços”, argumenta Cláudio Felisoni, presidente do conselho do PROVAR/FIA.

Por Adriana Meyge | Publicado originalmente em Valor Econômico | 28/08/2011