Lugar de livro é no YouTube?


LivroClips podem ser uma forma inovadora e eficiente de divulgar livros pela internet

O escritor e agente literário Andrey do Amaral é autor, entre outras obras, de um livro que orienta novos escritores a publicarem seus livros com sucesso. Em Mercado editorial – Guia para autores [Ciência Moderna], Amaral comenta desde a produção dos originais, passando pela distribuição e divulgação. Ele relata como as novas tecnologias podem ser aliadas do usual boca a boca entre leitores, principalmente nas redes sociais. Agora, o agente também aposta no YouTube. Ele acabou de lançar quatro LivroClips de textos seus e dos autores que representa no site de vídeos. A nova ação parece ter dado bastante resultado. Os teasers animados das obras contabilizam mais de 14 mil acessos, um público difícil de ser atingido nas estantes das livrarias. São 7.800 acessos só no teaser do livro Novo e divertido acordo ortográfico [Ciência Moderna], do próprio Amaral.

PublishNews | 17/06/2011

Projeto de “Harry Potter” não é um novo livro, diz porta-voz


A internet se transformou em um festival de boatos depois que a autora da saga literária de Harry Potter, J.K. Rowling, lançou um misterioso site com uma contagem regressiva para o anúncio de um novo projeto na próxima semana.

Uma porta-voz da bilionária escritora informou que não se trata de um novo livro e que o site também não está relacionado à estreia da segunda parte de “Harry Potter e as Relíquias da Morte”, o último filme da série, que chegará aos cinemas em julho.

Os internautas que visitam a página www.pottermore.com encontram uma tela com a cor rosa, duas corujas e a mensagem “Coming soon” [em breve], com a assinatura da escritora.

Ao clicar em uma das corujas, o internauta abre uma página do YouTube com uma contagem regressiva até 23 de junho e a mensagem “As corujas estão se reunindo… descubra por que em breve”.

A página provocou todo tipo de especulações sobre o novo projeto.

“É um novo projeto, e não é um novo livro nem está diretamente relacionado ao filme”, disse a porta-voz de Rowling, Rebecca Salt.

“Não vamos dizer mais nada agora”, completou.

A marca “Pottermore” pertence à Warner Bros, o estúdio americano que produziu a saga cinematográfica de Harry Potter.

Os fãs foram levados até o novo site por um jogo de pistas lançado em dez páginas de fãs do jovem bruxo.

Também foi criada uma conta no Twitter [@pottermore], que já tem mais de 50 mil seguidores.

Entre as especulações dos internautas está uma muito aguardada enciclopédia da saga, um jogo on-line ou um “parque temático gigante”.

A saga “Harry Potter” é uma das mais lucrativas da história. Os sete livros venderam mais de 400 milhões de exemplares em 69 línguas, e os sete filmes lançados até o momento arrecadaram mais de US$ 6,6 bilhões em todo o mundo.

DA FRANCE PRESSE, EM LONDRES | Publicado por Folha.com | 17/06/2011 – 14h29

Fundação Biblioteca Nacional aumenta digitalizações de periódicos em 1.000%


Três scanners novos, adquiridos em fevereiro pela Fundação Biblioteca Nacional, vão alavancar a quantidade de arquivos de periódicos da Biblioteca Digital em 1.000%. O trabalho iniciado este ano vai fazer com que o atual acervo de 1 milhão de imagens passe para 10 milhões. Um investimento de R$ 6 milhões, obtidos com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia / FINEP, vai possibilitar que o acervo de periódicos em domínio público fique disponível no site da BN. O prazo para a conclusão dos trabalhos é de dois anos. O novo processo de digitalização possibilitará que o usuário faça buscas a partir da tecnologia OCR [sigla em inglês para reconhecimento ótico de caracteres], que transforma arquivos digitais do modo imagem para modo texto, permitindo, assim, pesquisa por palavras.

Boletim da Biblioteca | Nº 190 | 17/06/2011