BookExpo America terá conferência sobre o livro digital


O “Publishers Launch BEA: eBooks Go Global” está sendo organizado por Mike Shatzkin e por Michale Calder, do Publishers Lunch

Entre os dias 23 e 26 de maio, Nova York recebe profissionais do mercado editorial para a BookExpo America [BEA], que consiste em quatro dias de conferências [23 a 26] e três dias de exposição [24 a 26]. Paralelamente à programação que vai movimentar o Jacob K. Javits Convention Center [655 West 34th Street – Nova York/NY], acontecem seminários como o “Publishers Launch BEA: eBooks Go Global”.

Organizado por Michael Calder, do Publishers Lunch, a mais importante publicação especializada – com 45 mil assinantes, e por Mike Shatzkin, consultor, fundador da Idea Logical Comapny e colunista do PublishNews, o encontro apresentará todos os aspectos do livro digital no dia 25 de maio, das 9h às 17h, e tem entrada independente da feira. Há diferentes pacotes de ingressos. Quem quiser participar apenas da conferência paga US$ 595 e tem direito a visitar a feira neste dia. Outras informações sobre inscrições podem ser acessadas aqui.

A conferência ajudará editores, agentes, autores, livreiros e outros profissionais do mercado nessa transição para a era digital e vai ajudar na mediação entre a tecnologia, profissionais envolvidos, paradigmas e estruturas já existentes que ainda são responsáveis pelos lucros deste negócio. As lições aprendidas pelo mercado editorial norte-americano, mais avançado do que qualquer outro nesta questão digital, serão compartilhadas com os participantes. Os conferencistas mostrarão ainda como construir uma base de operação digital e abordarão todas os seus desdobramentos – conversão, distribuição digital, metadados, direitos autorais, modelos de preço, aplicativos, entre outros.

Confira a programação, que inclui palestra de empresas como a Google, Random House, Bloomsbury, Ingram e outras.

PublishNews | 12/05/2011

Empresa de eBooks vai à falência após Apple mudar as regras “no meio do jogo”


Cobrança de 30% do valor por todo conteúdo vendido em aplicativos fez com que criadora do iFlowReader fechasse as portas.

A partir de 31/5, o aplicativo iFlow Reader e sua desenvolvedora BeamItDown Software deixarão de existir. A precoce extinção dessa pequena empresa e seu software é a história de uma companhia que agiu de acordo com as regras do jogo e alcançou sucesso – até que a Apple resolveu mudar as regras e acabou com ela.

Uma carta aberta no site da empresa explica a situação. “Nós absolutamente não queremos fazer isso, mas a Apple tornou completamente impossível para qualquer um além deles conseguir ter lucro vendendo e-books contemporâneos em qualquer aparelho iOS. Nós não podemos sobreviver vendendo livros tendo prejuízo e por isso fomos forçados a fechar. Nós apostamos tudo na Apple e no iOS e então a Apple nos matou ao mudar as regras no meio do jogo.”

Mas o que é o iFlowReader? É um inovador aplicativo para a leitura de livros eletrônicos no formato padrão ePub. O aplicativo do iFlowReader está [ou estava] disponível na App Store para uso no iPhone, iPad e iPod Touch.

O iFlowReader é apenas uma gota no mar em comparação aos grandes do negócio – a Apple com o iBooks, a Amazon com o Kindle e a Barnes and Noble com o Nook, entre outros. A companhia por trás dele foi forçada a fechar porque foi atingida no fogo cruzado, já que a Apple mudou as regras para tentar ganhar vantagem competitiva para o iBooks frente ao Amazon Kindle, em aparelhos iOS.

Por PC World / EUA | Publicado em IDG Now! | Atualizada em 12 de maio de 2011 às 16h22