Editoras de livros se unem contra a Amazon


Três gigantes do setor planejam lançar site de vendas de livros nos EUA

São Paulo – A CBS, a Penguin e a Hachette, três gigantes do setor de livros nos EUA, se uniram para criar o site de comércio eletrônico Bookish. A estratégia é uma tentativa de driblar a crise que o segmento enfrenta e também pulverizar o varejo, que na internet é concentrado nas mãos da Amazon, maior site de vendas online do país.

A ideia é comercializar títulos físicos e também livros na versão digital. Sem data exata para ser lançado, o grupo pretende colocar o site no ar durante o verão americano deste ano, ou seja, entre os meses de junho e setembro.

Segundo Andy Parsons, diretor de tecnologia do Bookish, a parceria entre as três editoras poderá se estender a outras companhias do setor. “O site também poderá ter ligação com outras varejistas online de livros”, disse o executivo ao Wall Street Journal.

Depois que a Borders, uma das maiores redes de livrarias nos EUA, anunciou concordata e o fechamento de 200 lojas no país, em fevereiro deste ano, o setor entrou em crise. A tentativa do Bookish e oferecer o maior números de títulos aos leitores, uma vez que as lojas físicas estão baixando suas portas.

Por Daniela Barbosa | Exame | 06/05/2011

Literatura na internet será tema de oficina


Atividade acontece neste sábado na Estação das Letras

Neste sábado, 7 de maio, a Estação das Letras [Marquês de Abrantes, 177 – Flamengo – Rio de Janeiro] promove, das 10h às 16h, a oficina “A literatura na internet: e-mail, redes sociais, Ads a apps”. A atividade será ministrada pela advogada e escritora Paula Cajaty. O objetivo é falar das ferramentas tecnológicas na divulgação, principalmente, de conteúdo cultural. Destina-se a orientar escritores, blogueiros, editores de sites, jornais e revistas virtuais sobre como podem desenvolver um relacionamento de compromissos com seus leitores/clientes e uma comunicação de qualidade com as ferramentas que a internet oferece. As inscrições podem ser feitas através do telefone 21 3237-3947 e o investimento é de R$ 250.

PublishNews | 06/05/2011

Random House vende 2 milhões de e-books no Reino Unido


Maior oferta de títulos foi o que motivou a explosão de venda, diz o CEO da editora

A Random House chegou à marca de 2 milhões de e-books vendidos no Reino Unido. Os livros digitais já representam 8% de todas as vendas da editora, com Lee Child, James Patterson e Jo Nesbo liderando a lista dos autores best-sellers. De um ano para cá, a venda de e-books aumentou 10 vezes. Para o CEO Ian Hudson, o aumento no número de títulos disponíveis em versão digital foi o que motivou a explosão nas vendas. Hoje, existem 6 mil e-books no catálogo. No primeiro trimestre de 2010, eram 1.800. A editora continua trabalhando para ter todos os seus títulos disponíveis em e-book, tarefa que deve ser completada em cerca de dois anos.

The Bookseller | 06/05/2011 | Charlotte Williams