Filosofia eletrônica


Os primeiros e-books nacionais de livros dos filósofos alemães Karl Marx e Friedrich Engels chegam ao mercado em abril. A Boitempo lançará nove títulos da Coleção Marx e Engels acrescidos de textos inéditos, como os primeiros estudos de Bruno Bauer [estes em A Questão Judaica]. Simultaneamente, sai em papel o volume O 18 de Brumário de Luis Bonaparte.

Por Raquel Cozer | O Estado de S. Paulo | 26/03/2011

FBN planeja biblioteca para empréstimo de e-books


A criação de uma biblioteca pública para empréstimo de livros digitais, nos moldes da desenvolvida pela New York Public Library, será uma das prioridades da Fundação Biblioteca Nacional na gestão de Galeno Amorim.

Para pilotar isso, o presidente da FBN convidou Carlo Carrenho, sócio fundador do Publishnews, ao cargo de coordenador-geral de pesquisa e editoração. Carrenho cuidará ainda do programa do livro popular, que inclui a criação de pontos de vendas de títulos com preços abaixo de R$ 10. Como permitem acordos com o mercado, esses projetos podem evoluir apesar da possível redução nas verbas da FBN, decorrente do corte no orçamento do MinC.

Por Raquel Cozer | O Estado de S. Paulo | 26/03/2011

Virando a página


Sérgio da Silva Santos, de 34 anos, é um autor desconhecido. Morador da Tijuca e funcionário da Petrobras, ele concluiu seu primeiro romance, O segredo de Carol, em 2007. Por dois anos, bateu na porta de grandes editoras. E perdeu tempo. Não houve interesse pela história de uma mulher que acordava no meio de uma floresta sem saber como havia chegado lá.

Recentemente, Sérgio encontrou uma solução para o impasse. Desde agosto, o livro está à venda no site da Amazon, a gigante americana do mercado de vendas online. O livro é comercializado apenas na versão virtual, o chamado ebook, e pode ser acessado em leitores digitais como o Kindle [produzido pela própria Amazon] ou no iPad, tablet da Apple. Em sete meses, 50 livros de Sérgio foram adquiridos via Amazon, por US$ 4,99, cada.

A discrepância entre os números retrata com exatidão o atual estágio do mercado nacional na venda de livros digitais. No caso da Amazon, são 810 mil ebooks no catálogo. No Brasil, há menos de dois mil títulos convertidos para o Kindle. Entre eles estão os livros de autores independentes que andam descobrindo as vantagens da autopublicação – uma ferramenta que promete mudanças significativas no mercado editorial.

Por Fábio Brisolla | O Globo | 26/03/2011