Aleph lança curtas transmídia baseada em livro


Após as publicações de O despertar do vampiro, O império dos vampiros, O pacto dos vampiros e Kara e Kmam, todos da escritora maranhense Nazarethe Fonseca, a Editora Aleph e a Delicatessen Filmes se juntam em um projeto inovador: a websérie “Alma e sangue”, mesmo título da coleção que ganhará o quinto volume no segundo semestre de 2011.

A websérie foi toda feita com enfoque na narrativa transmídia, ou seja, quando partes de uma mesma história são contadas a partir de diferentes plataformas de mídia. Dividida em três episódios com aproximadamente quatro minutos de duração, ela estreou na terça-feira [18] e o primeiro episódio pode ser visto aqui. O segundo episódio será lançado no dia 1º de fevereiro e o terceiro, no dia 15.

Acreditamos que a narrativa transmídia é o futuro do mercado editorial. A ideia foi seguir o conceito à risca: desenvolver um roteiro inédito, que agregasse experiência ao fã, mas que, ao mesmo tempo, fosse atraente para conquistar novos leitores“, explica Adriano Fromer Piazzi, publisher da Aleph.

Para Fabio Zavala, produtor executivo da Delicatessen Filme, esta websérie é um primeiro passo de todas as possibilidades que estão em torno do tema. “A ideia é desenvolver, sempre com o pensamento transmidiático, uma série para TV e um longa-metragem“, afirma.

A trilha e os efeitos sonoros são da Jukebox, e a finalização da Casablanca. O roteiro e a direção são de Caio Cobra, diretor do premiado curta “Crônicas de um assassino”, e montador dos filmes “O Bem Amado”, de Guel Arraes, e “Corpos celestes”, de Marcos Jorge.

As cenas da websérie foram rodadas em um casarão na cidade de Cruzeiro, interior de São Paulo, e o diretor buscou ambientes sombrios para ilustrar o universo vampiresco.

Para saber mais sobre narrativas transmídia e assuntos afins, o livro Cultura da convergência [Aleph, 432 pp., R$ 69], de Henry Jenkins, pode ser de grande valia.

PublishNews | 20/01/2011