Vendas de leitores de livros digitais devem somar 6,6 milhões no ano


As vendas globais de leitores de livros eletrônicos conectados à internet, também conhecidos como e-readers, devem totalizar 6,6 milhões de unidades este ano, aponta a consultoria Gartner. A projeção representa um salto de 79,8% em relação aos 3,6 milhões de dispositivos vendidos mundialmente em 2009.

Para 2011, a consultoria prevê que sejam comercializados 11 milhões de e-readers, o que representa um crescimento de 68,3% na comparação com o resultado estimado em 2010.

O mercado de e-readers conectados cresceu dramaticamente durante os últimos dois anos direcionado pelas vendas de leitores da Amazon, especialmente na América do Norte. Esta é a região que domina as vendas de e-readers e prevemos que deve contabilizar vendas de mais de 4 milhões de unidades este ano‘, afirma o analista de pesquisas do Gartner Hugues De La Vergne.

Embora três fornecedores prevaleçam no mercado atual de leitores eletrônicos [Amazon, Barnes & Noble e Sony], novos concorrentes devem aparecer com dispositivos de baixo custo subsidiados por empresas de conteúdo. Grandes fornecedores de computadores como HP e Dell também devem tentar se posicionar fortemente no mercado de dispositivos conectados de consumo.

Por Daniela Braun | Valor Econômico | 08/12/2010