Fornecedora de telas prevê crescimento na produção de ‘e-paper’


A empresa taiwanesa Prime View International [PVI], maior fornecedora mundial de telas para leitores digitais, anunciou, nesta sexta-feira, que a produção de 2010 deve triplicar em relação ao ano passado.

A companhia fabrica telas eletrônicas flexíveis que não emitem luz, ao contrário do sistema atual de iluminação das telas de cristal líquido [LCD]. Sua produção deve dobrar ou triplicar novamente em 2011. Conhecido como e-paper [papel eletrônico, em inglês], essa é a tecnologia usada em leitores eletrônicos como o Kindle.

Mais marcas estão chegando ao mercado e mais aparelhos com tamanhos diferentes são vendidos por mais distribuidoras, assim o mercado está crescendo bem rápido“, disse o presidente do conselho da empresa, Scott Liu. “Há espaço para o mercado crescer a longo prazo“, acrescentou.

A Amazon, que fabrica o Kindle, e a Sony estão entre os maiores clientes da PVI.

Nesta semana, durante a feira Computex [Show Internacional de Tecnologia de Informação de Taipei, em Taiwan], as empresas Acer, Asustek Computer, Delta Electronics e Hanwang apresentaram aparelhos para ler livros e revistas obtidos na internet.

O e-paper utiliza um substrato plástico, em vez de vidro, que garante flexibilidade. Diferentemente do LCD, quando desligado, o e-paper não tem seu modo de exibição alterado.

Liu disse ainda que o iPad, da Apple, não deve tomar participação de mercado dos e-books.

Eles estão em categorias diferentes. Se você quer mais funções você usa o iPad, mas se quer algo muito simples para ler, você precisa de um e-reader“.

Veja | Com agência Reuters | 05/06/2010 – 11:17