Penguin em paz com a Amazon


Os diretores da Penguin, David Shanks e Susan Petersen Kennedy, informaram que a empresa chegou a um acordo com a Amazon.com quase dois meses depois de lançado o modelo de agência e da abertura da iBookstore da Apple. Os e-books da editora lançados depois de 1º de abril, os quais a Amazon se recusou a vender até agora, estão sendo incluídos no site da Amazon [isso deve ser concluído em alguns dias]. Presumidamente, todos os títulos da Penguin receberão novo preço como reflexo do modelo de agência.

No exterior, a Apple começou a lançar versões da iBookstore, mas até hoje, de acordo com o The Bookseller, só os livros de domínio público estavam disponíveis na da Inglaterra. De volta aos Estados Unidos, as editoras não precisam mais esperar um convite da Aplle para vender seus livros diretamente para ela. Isso pode ser feito pelo iTunes Connect e, para tal, basta ter um ISBN e o arquivo em ePub.

PublishersLunch – 27/05/2010