Amazon e Microsoft assinam acordo para compartilhar patentes


A Microsoft anunciou nesta segunda-feira à noite [22] a assinatura de um acordo com a Amazon que estabelece que cada empresa pode aproveitar a tecnologia patenteada pela outra, incluindo a dos leitores digitais Kindle.

A empresa do Windows informou que a Amazon pagará à primeira como parte do acordo, mas não revelou o valor.

“Estamos muito felizes por ter alcançado este acordo de licença de patentes com a Amazon.com”, afirmou Horacio Gutierrez, vice-presidente corporativo e assessor geral adjunto de Propriedade Intelectual e Licenças da Microsoft.

“A carteira de patentes da Microsoft é a maior e mais forte da indústria do software, e este acordo demonstra nosso respeito mútuo da propriedade intelectual, assim como nossa capacidade de chegar a soluções pragmáticas para questões de propriedade intelectual”, disse.

O acordo abre o caminho para que os softwares da Microsoft e os programas utilizados pela Amazon.com sejam vinculados sem preocupações a respeito de violações de patentes.

O acordo, que envolve uma ampla gama de produtos e tecnologia, concede a cada empresa acesso à carteira de patentes da outra, segundo a Microsoft.

A Microsoft destacou que assinou quase 600 acordos de licenças similares desde dezembro de 2003, com empresas como Apple, Hewlett-Packard, LG Electronics, Novell, e Samsung Electronics.

da France Presse, em San Francisco | 23/02/2010 – 08h31